98% dos usuários abandonam seu site sem comprar?

Gerar tráfego para o e-commerce é importante para ter uma operação de alta performance. Porém, o principal é converter os visitantes em clientes, certo? Caso contrário, do que valem todos os esforços e os investimentos feitos para atrair o cliente até o endereço?

Melhorar os índices de conversão é um dos desafios do comércio eletrônico em todo o mundo. Para começar, é primordial mapear a movimentação do cliente, procurando detectar possíveis falhas na operação.

As estatísticas são alarmantes: estima-se que apenas 2% dos clientes compram na primeira visita, ou seja, 98% abandonam a página sem comprar nada.

Como veremos neste artigo, os eventuais gargalos têm diferentes razões, desde problemas com a oferta de produtos, até as dificuldades encontradas na navegação da página.

Confira as dicas que separamos sobre o assunto e que vão ajudar você a melhorar os resultados do seu e-commerce, reduzindo a quantidade de clientes que abandonam seu site sem comprar.

O que motiva o abandono do site?

Na parte operacional, várias questões podem motivar o abandono do site, sem a finalização da compra. Por isso, é preciso atenção na escolha da plataforma de e-commerce

A experiência oferecida ao cliente, no momento da compra, tem um papel fundamental na sua decisão de levar a compra adiante.

Entre os fatores que mais afetam a conversão, temos:

Tempo de carregamento da página

No ambiente digital, é essencial valorizar a agilidade. Seja pela dificuldade de acesso ou mesmo pelo custo dos dados, os clientes são impacientes. Se a página demorar para responder, são altas as chances de o cliente abandonar o site.

Para corrigir eventuais problemas no carregamento da página, certifique-se de que as suas imagens estão configuradas no tamanho correto e que não há problemas nos links.

Fique atento: quanto mais funcional for sua página, melhores os resultados também para o SEO, ou seja, sua loja ficará mais bem posicionada nos mecanismos de busca.

Design do site

O layout da sua loja não envolve apenas a questão estética. É fundamental ter um ambiente agradável aos olhos do cliente, mas garanta que a navegação também seja intuitiva, orientada para a conversão.

Redobre o cuidado na contratação da plataforma de e-commerce. Muitas opções do mercado oferecem baixo nível de personalização, o que pode ser prejudicial para sua estratégia.

Comunicação mal direcionada

Navegação intuitiva costuma elevar os índices de conversão, porém não se descuide da comunicação com seu público.

Ter uma boa estratégia nessa área significa oferecer o máximo de informações sobre os produtos e as condições da venda, mas envolve também atenção com o que acontece antes da compra.

Ações mais eficientes nessa área dependem do conhecimento sobre a jornada do cliente. É preciso saber exatamente com quem você está falando e o melhor momento para abordá-lo.

Exemplo clássico: não adianta ter um conteúdo que atraia o público, mas que não considere as especificidades do seu negócio. Ou seja, é melhor alcançar um número reduzido de pessoas, a partir de uma boa estratégia de segmentação. Isso vai resultar em otimização dos investimentos e mais conversão!

Como ter estratégias mais assertivas?

A lista de ações que podem ajudar na conversão da loja é extensa. O mais importante, então, é investir algum tempo e recursos no planejamento das estratégias.

Se trabalhar com antecedência, estudando o que é mais adequado para o e-commerce, maiores as chances de resultados.

Preparamos uma lista com ações que funcionam bem para aumentar a conversão no comércio eletrônico:

– alerta de redução de preço

– recomendação de produtos similares

– oferta de combos de produtos

– ofertas segmentadas

Na execução dessas iniciativas, ajuda bastante ter processos automatizados. Nesse caso, tanto é possível usar as ferramentas disponíveis na plataforma de e-commerce, como soluções oferecidas por terceiros.

No caso de abandono de carrinho, analise também as possibilidades de retargeting. Elas costumam gerar resultados excelentes nesses casos. 

Para saber mais sobre retargeting e remarketing, leia agora nosso artigo. Explicamos as diferenças entre eles e mostramos como usar o e-commerce!

Como reverter os números de carrinhos abandonados?

Lidar com baixas taxas de conversão dos sites não é fácil para o e-commerce. Exige atenção com cada uma das etapas das vendas.

Para não errar, monitore de perto os relatórios de carrinhos abandonados da sua operação. Eles ajudam a entender o que está acontecendo na hora da compra e, a partir daí, fica mais fácil desenvolver estratégias específicas para melhorar a performance da loja.

Fique atento aos aspectos indicados abaixo, uma vez que eles sempre aparecem nas pesquisas com os clientes.

Valor do frete

Esta ainda é uma questão crucial para o cliente: custo do frete. Principalmente em compras de baixo ticket médio, é complicado fazer com que o consumidor arque com um valor muito elevado.

Do ponto de vista financeiro, as lojas nem sempre podem reverter essa situação, uma vez que se trata de um valor cobrado por terceiros.

Uma boa estratégia é tentar “turbinar” a compra, com a oferta de produtos similares, montagem de combos de produtos ou mesmo o oferecimento de cupons de desconto.

Prazo de entrega

A demora na entrega do produto é outro fator que costuma influenciar bastante na decisão do consumidor.

Além de investir para ter uma logística mais eficiente, que minimize custos e prazos, os gestores podem recorrer a outros recursos.

Para quem tem loja física, uma boa opção é oferecer a opção de retirar o produto na loja. Esse tipo de estratégia ajuda a atrair quem tem urgência e até estimular o “aceite” do frete por outra parcela do público.

É que o consumidor faz a conta e ver quanto tempo e recursos vai precisar para ir até a loja e acaba concluindo que o valor do frete, apesar de estar acima das suas expectativas, pode valer a pena.

Falta de confiança

Para driblar a falta de confiança do cliente na loja, uma das razões indicadas para abandono de carrinho, algumas medidas podem ajudar:

– ter todos os certificados de segurança, garantindo que se trata de um ambiente seguro;

– ter um site profissional, que transmita ao cliente a melhor imagem possível, não deixando margem sobre a seriedade da operação;

– ter uma comunicação eficiente, o que vai ajudar na reputação da marca e, no longo prazo, assegurar a autoridade necessária para aparecer como uma referência no setor.

Problemas no checkout

A análise dos relatórios de carrinhos abandonados indica que checkout é um dos pontos críticos para qualquer e-commerce.

Portanto, fique de olho nos recursos oferecidos aos clientes. As soluções do Jet Checkout têm feito a diferença nos resultados dos e-commerces:

Guest Checkout

Tendo como foco a agilidade, a JET Checkout possibilita concluir o processo em 3 etapas, sendo todas otimizadas, o que torna a compra até 70% mais rápida.

Identificação rápida

O processo de cadastro é muito simples e fácil de ser realizado, sendo que todos os itens solicitados são preenchidos na mesma tela.

Auxílio Visual

O processo de inserção de dados do cartão conta com auxílio visual para guiar o preenchimento. Ao facilitar isso, se consegue aumentar a conversão naturalmente.

Como você viu neste artigo, ter um olhar mais atento com os índices de conversão do site não significa apenas reverter os altos números de abandono de site. Trata-se de ter um negócio de alta performance, que valoriza a interação e a experiência do cliente.

Gostou do artigo? Quer mais dicas? Confira o nosso Guia Prático para E-commerce. Selecionamos informações essenciais para quem precisa de um e-commerce de alta performance!

Posts relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *