Abrir loja de cosméticos online: por que tem tudo para dar certo?

abrir loja de cosméticos online

O crescimento exponencial das vendas do segmento é uma boa razão para você considerar abrir loja de cosméticos online.

De acordo com a última edição da Webshoppers, publicada no início de 2019, perfumaria e cosméticos foi a categoria que mais impulsionou o crescimento do mobile commerce e do e-commerce em geral em 2018.

Para se ter ideia, no mobile commerce o crescimento no volume de pedidos do segmento foi de 112%, contra 41% da média geral do mercado.

A seguir, vamos entender melhor as vantagens de montar uma loja virtual de cosméticos.

Detalhe: ter um negócio online não significa abrir mão da loja física. Para quem já tem uma operação nessa área, o ideal é apostar no conceito omnichannel, ou seja, explorar as oportunidades nos diversos canais.

Abrir loja de cosméticos online: entenda o potencial

Mesmo diante das dificuldades do país no campo econômico, o e-commerce tem conseguido crescer nos últimos anos, comprovando que as vendas pela internet configuram excelentes oportunidades de negócios para quem deseja empreender.

Tanto é que temos assistido à evolução no uso das plataformas de e-commerce em praticamente todos os setores econômicos. Com a facilidade de acesso à internet por parte da população, não existe mais restrição: empresas de todos os ramos e portes podem ampliar suas oportunidades de venda com uma loja virtual.

Em meio ao cenário positivo do comércio eletrônico, um dos destaques é justamente o mercado de beleza e cosméticos.

Na 39ª. edição da Webshoppers, da eBit/Nielsen, essa categoria é apontada – como destacamos no início do texto – como a responsável por impulsionar o crescimento do setor.

A alta nominal da área de e-commerce foi 12% em 2018, comparado a 2017. Com esse resultado, temos hoje 58 milhões de consumidores online, ou seja, 27% da população brasileira, o que representa um crescimento de 6% em relação ao ano anterior.

A relevância do setor é fomentada, principalmente, pelo crescimento no número de pedidos, que, em 2018, alcançou a marca de 123 milhões.

As categorias de Cosméticos e Perfumaria e Moda e Acessórios lideraram o ranking das mais pedidas, além de serem as mais recorrentes e com pedidos de menor ticket médio, tendência que também deve se manter forte em 2019.

Ainda segundo o estudo da eBit/Nielsen, que é um dos principais do mercado, as categorias com ticket médio baixo são as principais responsáveis pelo expressivo aumento no número de pedidos em 2018. Perfumaria e Cosméticos (6,8% de importância), cujo ticket médio é R$ 181,00 foi a que mais cresceu em comparação a 2017 (51%).

E, vale repetir, no caso do mobile commerce esse resultado foi ainda melhor, chegando a 112% de crescimento.

Em 2018, Perfumaria, Cosméticos e Saúde passou a liderar o ranking de maior número de pedidos com 16,4% de participação (4,4 pontos percentuais a mais em comparação com 2017). Moda e Acessórios tem 13,6% de participação em número de pedidos. (veja quadro com as principais categorias)

 

Fonte: Webshoppers 39

Perspectivas para a área de cosméticos

Mercado promissor em termos de oportunidades de negócio, a área de cosméticos e perfumaria exige alguns cuidados da parte dos gestores.

Primeiro, é preciso atenção: esse segmento ainda registra um alto volume de vendas em sites de fora do Brasil. Os números têm diminuído nos últimos anos, mas ainda são representativos.

Na região do Nordeste, por exemplo, o faturamento do e-commerce nacional (R$ 7 bilhões) é menor que o do cross border trade (R$ 7,7 bilhões). No entanto, a previsão da Ebit/Nielsen é que essas posições sejam trocadas em 2019. O Nordeste apresentou 27% de crescimento em faturamento em 2018, enquanto o cross border trade teve uma retração de 10,9% em reais.

Com isso, caso não haja nenhuma variação significativa na cotação do dólar em 2019, as compras de fora do país devem seguir perdendo espaço para o mercado brasileiro.

Essa é uma movimentação importante, uma vez que significa que existe espaço para as operações nacionais aumentarem suas vendas.

Ao analisar as oportunidades na abertura de uma loja virtual de cosméticos, considere:

  • não são apenas as mulheres têm investindo em beleza e impulsionado o crescimento do setor. O segmento masculino, apontam os especialistas, praticamente dobrou nos últimos 5 anos.
  • dados da Euromonitor Internacional indicam que o faturamento de cosméticos direcionados para os homens cresceu 30%.
  • O Brasil figura entre os principais mercados mundiais. E as empresas nacionais ganham representatividade. Foi o que aconteceu com a compra da Avon pela Natura. O negócio fechado em maio de 2019 deu origem à quarta maior empresa mundial do setor.
  • Detalhe: para recuperar os investimentos a empresa aposta, justamente, na força das vendas multicanais, ou seja, um dos destaques é a importância das plataformas digitais.

Dicas para ter uma loja de cosméticos bem-sucedida

A “receita” para ter um negócio bem-sucedido na área de cosmético não é muito diferente da ditada para outros setores, porém, existem algumas especificidades.

Faça um bom planejamento

Como nos demais setores econômicos, para abrir uma loja online é preciso dedicar algum esforço ao planejamento do negócio.

Analisar com antecedência os fatores críticos é primordial, uma vez que é nesse momento que o gestor pode definir com mais precisão os melhores nichos de mercado para o negócio.

Nesse caso, estamos falando sobre determinar o público da loja (mulheres, homens, jovens etc.) e a área de atuação e outros detalhem que influenciam no posicionamento da marca. Maquiagem? Produtos para o cabelo? Produtos mais populares? Itens de luxo?

As possibilidades são praticamente infinitas, daí a necessidade de estudar bem os caminhos que podem ser seguidos e, claro, escolher os melhores fornecedores.

Independentemente da opção, garantir produtos de qualidade é o primeiro passo para ter um negócio bem-sucedido no setor de cosméticos e perfumaria.

Invista na experiência do usuário

Além de contar com os produtos de qualidade, ter sucesso na internet depende muito do tipo de experiência proporcionada ao usuário.

A primeira dica, nesse caso, é investir numa plataforma de e-commerce baseada no conceito omnichannel. O consumidor hoje trafega pelos diversos canais, então, ele precisa ter opções.

Loja física, website, mobile, redes sociais, aplicativos de mensagens e marketplaces etc. É o cliente quem deve escolher como e onde se relacionar com a marca.

Pensando no momento da compra, certifique-se de contratar uma plataforma de e-commerce que ofereça a melhor experiência, desde a seleção dos produtos até a finalização da compra.

Importante, também, ter um sistema de vendas online focado em conversão. Ou seja, avalie as ferramentas oferecidas para a gestão a loja.

Pense nisso: para aproveitar os avanços da tecnologia é imprescindível ter um sistema que facilite as integrações. Não faz sentido deixar de contar com as inúmeras soluções disponíveis para organizar sua loja de cosméticos online.

Gostou do artigo? Quer saber mais sobre como abrir loja de cosméticos online? Confira nosso Checklist de E-commerce.

Posts relacionados