APADi e Sebrae lançam Guia de E-Commerce

Em parceria com o Sebrae-SP, a Associação Paulista das Agências Digitais (APADi) lança o Guia de E-Commerce APADi – uma publicação gratuita com orientações para os empreendedores interessados em iniciar um negócio no comércio eletrônico. De acordo com a Associação, o Guia exibe de maneira integrada, como em um passo a passo, dicas sobre como montar o negócio, explicando ao empreendedor questões desde por onde começar, incluindo roteiro de planejamento digital, planilhas de controle de estoque e fluxograma de pedidos. Além de ensinar a calcular o retorno sobre o investimento, dá dicas financeiras que ajudam a evitar fraudes, esclarece os termos técnicos e jargões do meio e apresenta os diversos tipos de plataformas disponíveis pelo mercado, suas vantagens e desvantagens, integrações, comunicação visual, gestão de conteúdo, operações e logística, serviços financeiros e marketing digital. “Esperamos desmistificar alguns conceito errôneos que circulam entre o público geral. Por exemplo, a maioria das pessoas imagina que para um e-commerce funcionar bem basta o investimento em plataforma. Na prática, para um projeto de sucesso, o custo da plataforma deve ser de 15% a 20% do capital total, o restante deve ser investido nas outras áreas, principalmente em divulgação”, ressalta Cláudio Coelho, presidente da APADi. O executivo destaca ainda que o Guia foi desenvolvido a partir da experiência de um comitê formado por especialistas brasileiros que juntos já desenvolveram mais de 400 lojas virtuais. “Pela primeira vez temos um conteúdo baseado na experiência prática de profissionais de alto nível, que fizeram um trabalho voluntário durante sete meses. A proposta deste comitê é contribuir para a redução da taxa de mortalidade no e-commerce, já que, atualmente, a grande dificuldade de inclusão digital empresarial é gerada pela deficiência de know-how tecnológico e falta de conhecimento das especificidades do negócio eletrônico. Isto faz com que muitos e-commerces não passem do primeiro ano de vida”, observa Coelho. Na opinião de Bruno Caetano, diretor superintendente do Sebrae-SP, a iniciativa chegou em momento oportuno, já que, segundo ele, a internet tem sido uma opção muito procurada pelos empreendedores. “Muito além de ter a vontade de iniciar um negócio virtual, é preciso planejamento como todo e qualquer mercado. Para quem acha que é só fazer uma página e colocar no ar, já está começando errado. Os primeiros anos de abertura de uma empresa são delicados para os pequenos e micro empreendedores, com alta taxa de mortalidade. O Sebrae-SP e a APADi reuniram especialistas capazes de mapear erros e oportunidades do e-commerce, dicas que ajudarão o proprietário do site a buscar sempre a melhores soluções”, enfatiza. O líder do comitê responsável pelo desenvolvimento do Guia, Thiago Sarraf, acrescenta ser fundamental que o empreendedor do mundo virtual também saiba como lidar com as parcerias e processos de atendimento ao cliente. “A equipe tem que ser qualificada, entender de marketing digital e da tecnologia do e-commerce, precisa ser orientada ao sucesso do negócio e ao bom atendimento ao cliente. Um dos pontos críticos de um sucesso do e-commerce são as parcerias estabelecidas, principalmente na logística de distribuição dos produtos. É preciso trabalhar muito alinhado ao parceiro para evitar devoluções, danos ao produto e reclamações do consumidor, considera. Clique aqui para acessar o Guia. Fonte: E-Commerce Brasil

Posts relacionados