As mulheres do e-commerce brasileiro

Dia das Mulheres

Hoje é Dia Internacional da Mulher. Elas que são um dos maiores motores do e-commerce brasileiro. Por isso, o blog da JET faz sua homenagem a todas as que constroem seus negócios com trabalho e inteligência. Abaixo algumas empreendedoras que dão exemplo e fazem a diferença.

Liderando o e-commerce

Luiza Helena Trajano, presidente do Magazine Luiza e do Instituto para o Desenvolvimento do Varejo, lidera uma das maiores varejistas brasileiras. Ela começou a trabalhar no negócio fundado por seus tios na década de 50, aos 12 anos, como balconista – e exerceu diversas funções até chegar ao comando, em 1992. Sua trajetória como líder foi de inovação e foco nas vendas. Considerada a mulher de negócios mais influente do Brasil, Luiza Helena é fundadora do grupo Mulheres do Brasil, que incentiva o empreendedorismo feminino e a liderança das mulheres nas empresas.

A empresa, eleita várias vezes como uma das melhores para se trabalhar, investe no desenvolvimento dos colaboradores – incentivados a empreender e participar ativamente das decisões. Um exemplo do jeito Luiza de ser:

“Trace objetivos, sonhe grande e aja de acordo com o seu bolso. Pobreza atrai pobreza. Tenha metas ousadas, sempre com os pés no chão”.

Vivianne Vilela, diretora executiva do E-Commerce Brasil, não só lidera o maior clube do e-commerce nacional, mantido pelos principais atores do e-commerce brasileiro, como também lidera movimentos. Ao perceber o tamanho do problema que o setor teria com o Convênio 85, foi uma das primeiras vozes a alertar sobre o problema que seria a regulamentação da partilha do ICMS para o e-commerce.

Especializada em empreendedorismo, gestão de negócios, inovação e e-commerce, Vivianne é responsável pela curadoria de conteúdo dos Congressos e eventos promovidos pelo E-Commerce Brasil, bem como a revista e portal. Seu trabalho ajuda a formar e informar o e-commerce brasileiro, sempre em conexão com as principais tendências mundiais.

Ana Fontes, da Rede Mulher Empreendedora, não é uma executiva de e-commerce, mas poderia ser se quisesse. Empreendedora, líder, mãe, Ana Fontes também participa de investimentos em Startups e está sempre ligada às muitas iniciativas que valorizam o protagonismo feminino. No seu Café com Empreendedoras aparece de tudo – desde pequenos e-commerces até profissionais autônomas, sempre com conteúdo de qualidade e a oportunidade de um pitch para muitas.

Carmensitas, ouro da casa

A Carmensitas, fundada pelas irmãs Andrea e Renata Jibrine, é o destaque da casa. Lá o negócio feminino é comandado e operado por mulheres que entendem profundamente o seu mercado e o seu público.

O negócio nasceu do hobby de Andrea e Renata: fazer, na confecção da família, onde trabalhavam, camisetas divertidas para passar o Carnaval no Rio. Uma para cada dia, feitas por Andrea na confeção da mãe.

Depois de três anos de muitas pessoas pedindo as peças – elas lançaram seu site, feito com a JET, em 2011. Andrea tinha a experiência de estilista na confecção da família e Renata, arquiteta, se uniu a ela para começar o negócio.

A primeira onda de sucesso veio com a descoberta da marca por uma blogueira famosa de moda e beleza. Graças à citação, o e-commerce quadruplicou o volume de visitas. Hoje, além de camisetas desenhadas por Andrea e Renata, a Camensitas expandiu o mix de produtos, incluindo outras peças de roupa, acessórios e objetos de decoração.

A marca se destaca não só por conseguir oferecer produtos de primeira, mas por seu  relacionamento com clientes, mantendo canais bem desenvolvidos, estruturados e antenados no Instagram, Snapchat, Facebook e Pinterest.

Foto via VisualHunt, modificada pela JET E-commerce.

Posts relacionados