Black Friday 2019: faturamento aumentou 23,6%

Os resultados da Black Friday 2019 ainda estão sendo fechados pelos lojistas, porém, já se sabe que o desempenho da liquidação superou as expectativas do mercado.

Além dos esforços empreendidos pelas operações, cada dia mais empenhadas em trabalhar a data, este ano dois fatores ajudaram a alavancar as vendas:

— A liberação dos saques de R$ 500,00 do FGTS;

— O pagamento da 1.ª parcela do 13.º salário, que coincidentemente foi paga na sexta-feira, no dia da liquidação.

Com maior folga no orçamento, os consumidores foram as compras. Dados apurados pela eBit/Nielsen indicam um aumento de 23,6% no faturamento, em relação a 2018. Estima-se que o varejo online tenha alcançado a cifra de R$ 3,2 bilhões, contra R$ 2,6 bilhões do ano passado.

A JET NEO superou as expectativas

O planejamento da JET para assegurar melhores resultados para os clientes deu certo:

As lojas que usam a tecnologia JET tiveram 100% de disponibilidade. O desempenho acima da média do mercado, num período de alta demanda, confirma que os investimentos na infraestrutura da plataforma geraram o retorno esperado. A JET NEO tem conseguido manter o maior SLA do mercado e isso foi fundamental para que Black Friday 2019 tenha sido um sucesso.

— O melhor dessa história é que o bom desempenho reverteu em conversões para os clientes. Os dados preliminares indicam que houve um aumento de 40% de vendas em relação a 2018 em volume de pedidos.

Para garantir o sucesso dos clientes, a JET montou War Room especial para monitorar a movimentação das lojas. A equipe JET iniciou operação assistida na quinta, 28/11 e permaneceu  até domingo, 01/12. Antes da data, foram mais de três meses de preparação, envolvendo expansão de infraestrutura, testes de cargas simulando grandes volumes de acessos simultâneos, ajustes e distribuição de aplicações, arquitetura e verificação das soluções disponibilizadas aos clientes.

Mobile confirmou sua relevância

A análise dos dados da Black Friday 2019 confirma a relevância conquistada nos últimos anos pelo mobile commerce. De acordo com o levantamento da E-bit/Nielsen, o faturamento via dispositivos móveis praticamente dobrou durante o período da liquidação.

Segundo o estudo, 55% dos pedidos entre quinta e sexta-feira foram feitos a partir de celulares, contra 35% em 2018.

O faturamento por meio desse canal chegou a R$ 1,7 bilhão. Em 2018, o total foi de R$ 830 milhões, ou seja, houve uma expansão de 95%.

O ticket médio do mobile commerce ficou em R$ 574 (contra R$ 552 do ano anterior), o que representou uma alta de 4%.

A performance das lojas nas vendas via dispositivos móveis mostram que mobile first deixa de ser tendência, para se transformar em realidade para o mercado.

Para quem faz vendas pela internet, isso confirma a importância de se atuar com plataformas de e-commerce omnichannel. O cliente é quem deve escolher o canal que considera mais conveniente: loja física, site, mobile, redes sociais, market places ou aplicativos de mensagens, como WhatsApp.

Mais resultados da Black Friday 2019

Comprovando a relevância que a data conquistou para os brasileiros, em 2019 houve novamente aumento no volume de compradores.

As promoções online levaram 418 mil brasileiros a comprar pela primeira vez via internet, alta de 12% em comparação com 2018.

Esse é um dado importante, uma vez que evidencia que mais pessoas resolveram aderir ao e-commerce, vencendo eventual resistência em relação ao comércio eletrônico.

Se a oportunidade foi bem aproveitada pelos lojistas, a tendência é vermos os bons resultados se repetindo ao longo do ano. Atenção: a recomendação é que se trabalhe a base de clientes que fizeram compras no período, visando a fidelização.

Na Black Friday 2019, no total, a base de compradores online chegou a 2,85 milhões, expansão de 18,1% versus a mesma data no ano passado.

O número é alto, mas o potencial de crescimento é enorme, em praticamente todas as categorias. As que geraram maior volume de compras no período foram: moda e Acessórios, Entretenimento, Beleza, Perfumaria e Saúde, Eletrodomésticos, Ventilação e Telefonia.

Quer mais dicas sobre como manter as vendas aquecidas em datas especiais? Confira este artigo: datas comemorativas: saiba como aproveitar melhor essas oportunidades no e-commerce.

Posts relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *