Blog da Jet entrevista: Cláudio Coelho

Cláudio Coelho, Presidente da APADI (Associação Paulista de Agências Digitais) falou com o Blog da Jet em entrevista exclusiva sobre a influência das redes sociais no e-commerce, a importância do marketing e da publicidade digital para o comércio eletrônico e sobre o trabalho da APADI para o desenvolvimento do mercado digital.

Com 14 anos de experiência, é um dos profissionais mais inovadores no marketing digital brasileiro. Executou com sucesso projetos digitais para grandes marcas como Coca-Cola, Banco Real, Sony Television, Avon, Toyota, Telefônica, entre outras. Graduado em processamento de dados com ênfase em multimídia pela PUC com Pós-graduação em Marketing pela ESPM, é sócio-fundador da Cappuccino Digital, uma das principais agências especializadas em marketing digital do Brasil. Presidente da Associação Paulista das Agência Digitais (APADI) e Vice-Presidente Conselho do Superior de Auto-Regulamentação de Email Marketing (CAPEM). Atualmente dirige a Nocaute – Comunicação e Inovação, prestando consultoria de posicionamento estratégico para agências digitais e assessorando anunciantes no desenvolvimento, lançamento e acompanhamento de Concorrências Digitais (RFP)

Blog da Jet: O Brasil se destaca na internet por seu alto número de adeptos às redes sociais. Nesse contexto, ter na empresa um profissional ou mesmo um departamento dedicado a mídias sociais já é uma necessidade do mercado nacional?

C. Coelho: Dependendo do porte da empresa e o tipo de serviço ou produto que a mesma oferece no mercado, a resposta é sim. Isso porque quando falamos de empresas de qualquer porte, mas com ofertas muito segmentadas e especificas, acredito que contar com o apoio de uma agência digital é o suficiente.

Blog da Jet: Você acredita que, em um futuro próximo, as redes sociais, juntamente com o Google, se tornarão os veículos mais utilizados pelas empresas para anúncio de produtos e serviços? Por quê?

C. Coelho: Creio que o uso destas ferramentas publicitárias aumente no futuro, mas elas jamais serão soberanas. Mesmo que uma empresa tenha uma ótima campanha de links patrocinados, por exemplo, é imprescindível que ela tenha realizado algum trabalho de branding anteriormente. De nada adianta divulgar uma marca sem força de mercado. Nesse contexto ganha importância a integração da publicidade offline com a online, sendo que a primeira potencializa a funcionalidade da segunda.

Blog da Jet: As agências digitais do estado de São Paulo estão em paridade com as tendências e práticas mundiais do uso corporativo da internet? Qual a influência da APADI em termos de controle de qualidade dos serviços prestados por essas empresas?

C. Coelho: A APADI não atua diretamente controlando a qualidade dos serviços prestados pelos seus associados, isso poderá acontecer no médio / longo prazo com a implantação de um programa de certificação.

Atualmente o que a APADI faz é aculturar tanto os associados quanto ao mercado em geral, esperando que com isso a qualidade dos serviços prestados aumente. Fazemos isso através de frentes como:

  • Apadi Cursos: cursos de capacitação técnica inerentes a serviços digitais, como por exemplo e-commerce, mídias sociais, Search Engine Optimization (SEO), etc;
  • Documento de Concorrência de Avaliação: Boas práticas  e metodologia para um anunciante lançar e avaliar uma concorrência digital;
  • Manual de Preços e Serviços Digitais: Detalhamento de quase todos os principais serviços prestados no mercado, bem como uma média de preços iniciais sugeridos;
  • Manual de Ética Concorrencial e para o Mercado: ainda em desenvolvimento

Blog da Jet: Como as empresas podem utilizar as mídias sociais para impulsionar vendas e aumentar seu relacionamento com clientes?

C. Coelho: Antigamente quando o indivíduo tinha interesse em um produto, ele buscava um formador de opinião do segmento deste produto. Supondo-se que o produto fosse um carro, ele buscaria informações com seu mecânico ou em revistas especializadas, por exemplo. Hoje em dia a função de formador de opinião é descentralizada, pois quem exerce essa função é a internet, através das opiniões de milhões de usuários. Essa força de influência composta pelas inúmeras opiniões inseridas na web através das mídias sociais se chama Corrente de Opinião. Interagir com a Corrente de Opinião é tão importante quanto monitorá-la, pois através dela a empresa pode identificar oportunidades e ameaças ao seu negócio, bem como ter um retrato imparcial e fiel da opinião do consumidor, uma vez que este a expressa na rede sem intermediários.

Blog da Jet: Em sua opinião, o uso comercial das redes sociais, que segmentam usuários de acordo com suas preferências e opiniões, vem a colaborar com o e-commerce no aumento da força de mercado das pequenas empresas especializadas em nichos específicos?

C. Coelho: Sim, mas para que os frutos possam ser colhidos na hora certa, sem que estejam verdes ou muito maduros, essas empresas deverão ter o Tripé do Social CRM muito bem armado, garantindo a eficácia no entendimento das Pessoas, na melhor Tecnologia de CRM aplicada e Processos bem estruturados.

Blog da Jet: Por ter um custo relativamente baixo, a publicidade digital pode ser vista como fator capaz de promover uma disputa mais justa entre pequenos, médios e grandes do e-commerce?

C. Coelho: Teoricamente sim, se as marcas das empresas de ambos os portes entrassem no mercado digital totalmente equalizadas, com seu público-alvo as conhecendo e confiando nas mesmas plenamente. Mas no meu entendimento, pequenas e médias empresas sempre ficarão para traz por não terem feito investimentos em branding para posicionar sua marca através da publicidade tradicional. Por isso a integração ON + OFF é tão importante.

Blog da Jet: Qual o primeiro passo a ser dado pela empresa que deseja se inserir nas redes sociais? Quais os principais cuidados que ela deve tomar ao expor sua marca nessas redes?

C. Coelho: O 1º. Passo sem dúvida nenhuma é fazer um diagnóstico da sua presença nas redes sociais. Esse diagnóstico envolve um levantamento a respeito do nível de presença da empresa e sua reputação nestas redes. Descobrir quem fala da empresa, o que fala e em quais redes sociais é fundamental para que se possa iniciar a estruturação de uma estratégia de Social Media. O cuidado principal que se deve ter ao utilizar as redes sociais corporativamente é relacionado à forma de conversar com o usuário. O consumidor já não quer apenas ofertas e produtos. É preciso utilizar uma abordagem diferente, baseada no relacionamento e no conteúdo.

Blog da Jet: O e-consumidor busca praticidade e agilidade em suas compras. Você vê a publicidade online, por sua dinamicidade, como a melhor forma de atingir esse público?

C. Coelho: Certamente. A publicidade online e o comércio eletrônico formam um bom par porque têm como base o mesmo ambiente, a internet. Isso diminui em muito a distância entre a comunicação sobre o produto e o produto em si. Apenas alguns cliques os separam. Diferentemente de estar em casa e ver uma propaganda na televisão, pois isso demandaria mais esforço em se dirigir até o estabelecimento que comercializa o produto anunciado.

2 thoughts on “Blog da Jet entrevista: Cláudio Coelho

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *