Blog para e-commerce: confira as vantagens e saiba como começar

A implantação de um e-commerce bem-sucedido exige esforços em várias frentes. É dessa forma que a empresa consegue garantir que o consumidor tenha a melhor experiência possível desde o início da sua jornada de compra.

Muitas empresas investem tempo e dinheiro na seleção dos produtos e na escolha da plataforma e, quando a loja é lançada, não obtêm os resultados almejados. Falta tráfego e, consequentemente, vendas num patamar saudável para sustentar a operação.

Onde está a falha? É provável que seja na comunicação. É a velha história: não adianta organizar a casa com tudo o que existe de melhor no mercado e não trabalhar sua divulgação da forma adequada.

Um dos pontos fortes do ambiente digital é que as empresas dispõem de inúmeras possibilidades para atrair e reter os clientes. E as experiências nessa área mostram que diversificar os investimentos é a estratégia mais eficaz.

No artigo de hoje vamos abordar uma dessas possibilidades: o blog para e-commerce. Apesar da importância desse canal, muitas operações ainda ignoram essa alternativa, importante para fortalecer sua presença na internet.

O que o e-commerce ganha com um blog corporativo

Antes de vermos como criar e manter um blog de sucesso, vale registrar as vantagens que o e-commerce pode obter com essa iniciativa.

Mais tráfego

O resultado mais óbvio é o aumento do tráfego na loja. E faz sentido, uma vez que a marca estabelece novas oportunidades de interação com o público, além do “momento de venda”, propriamente dito.

Com um conteúdo de qualidade e feito de acordo com as técnicas de SEO, é a alta a chance de os clientes encontrarem o blog quando estiverem, por exemplo, fazendo uma busca por mais informações sobre determinado assunto.

Neste sentido, o blog é uma ferramenta fundamental para atrair mais clientes e que vai ajudar a movimentar a loja.

Esse aumento de tráfego pode envolver também os clientes que já fazem parte da sua base. Neste caso, a proposta é que os conteúdos mantenham o público conectado com a marca.

Mais leads

Com uma estratégia adequada de marketing de conteúdo, que tem como um dos pilares o blog corporativo, outro resultado importante é o aumento de leads.

O objetivo, então, não é apenas atrair mais pessoas para a loja, e sim interagir com um público qualificado, ou seja, que tem interesse na marca.

Uma questão importante é a possibilidade de trabalhar conteúdos adequados para diferentes etapas da jornada de compra.

Dessa forma, a marca consegue interagir com o seu público e segmentar conteúdos específicos para quem está apenas pesquisando sobre o assunto e para aqueles que estão em busca de mais informações.

O resultado disso, no médio e longo prazos, é a construção da almejada autoridade para a marca, uma vez que ela pode tornar-se uma referência naquele setor.

Mais proximidade

Num mercado dinâmico e disputado como o do comércio eletrônico, a proximidade com o cliente é crucial para o sucesso das operações.

O blog corporativo, assim como o e-mail marketing e o fluxo de mensagens para aplicativos como o WhatsApp, funciona para promover o relacionamento entre cliente e marca.

Independentemente dos canais empregados, a busca de proximidade com o cliente é vista como uma estratégia fundamental, uma vez que as vendas hoje se baseiam em relacionamento.

Além da oportunidade de interação, via produção de conteúdos de qualidade, o blog é um canal essencial para que a empresa amplie a sua base de informações sobre os seus consumidores.

Como começar um blog para e-commerce?

Separamos 4 pontos essenciais para que as empresas possam ter um blog corporativo que cumpra todas as funções listadas acima. Acompanhe!

1. Planejamento

Um trabalho bem-feito nessa área exige atenção com o planejamento. Afinal, na correria do dia a dia, é muito difícil organizar as publicações sem algum tipo de preparo prévio.

Depois de definir objetivo, persona e metas que se pretende alcançar com o blog, o próximo passo é criar uma planilha de pautas. O modelo pode ser simples, o importante é indicar o assunto e a data.

É a partir dela que a empresa poderá fazer a distribuição dos assuntos mais importantes, reunindo assuntos que possam interessar para os seus clientes, de acordo cada uma das etapas da sua jornada de compra.

2. Conteúdo de qualidade

A lista de temas que podem ser tratados num blog corporativo é bem extensa, portanto, tudo depende da estratégia desenhada para o canal.

A recomendação é tentar cobrir todas as frentes do negócio, privilegiando conteúdos de caráter educativo e artigos que ajudem a divulgar os diferenciais da empresa.

É preciso atenção para manter o seu caráter institucional, não cair na armadilha de pensar no blog como um canal de vendas.

No médio e longo prazos eles deve favorecer os resultados de vendas, mas lembre-se de que o principal é construir autoridade para a marca.

Funciona produzir conteúdos que abordem tendências do setor, porém, é possível publicar também entrevistas com clientes, matérias que revelem experiências dos consumidores, enfim, dificilmente faltará assunto.

Fique atento, também, à diversificação do formato das publicações. Os blog posts são importantes, mas vale também investir em vídeos, podcasts, infográficos etc.

Os chamados conteúdos ricos são importantes para elevar a qualidade do blog e, consequentemente, aumentar os resultados em termos de audiência.

Ao organizar os conteúdos, tenha em mente que um bom caminho é tentar responder às dúvidas mais comuns dos seus clientes. 

Além das informações da sua equipe de vendas e de atendimento ao cliente, é possível fazer um bom mapeamento sobre isso nas redes sociais, nos comentários no próprio blog e nos reviews de produtos.

3. Monitore tudo

Não faz muito sentido ter um canal desse tipo e não fazer o acompanhamento dos resultados.

Ferramentas simples, de Web Analytics, são muito úteis, porque vão ajudar a empresa a entender quais conteúdos foram mais vistos, de onde veio a audiência, quanto tempo ficaram no seu blog etc.

Nesse trabalho de monitoramento, é importante também mensurar o resultado do envio de newsletters ou e-mails relacionados ao conteúdo do blog corporativo.

O emprego dessas estratégias é fundamental para que o cliente possa acompanhar as suas publicações e ainda permite que a equipe possa conferir o que é mais atrativo para a audiência.

4. Foco no cliente

Pode parecer óbvio, mas muitas empresas começam bem esses projetos e, com o tempo, deixam de investir na sua qualidade.

Redobre a atenção, porque um blog desatualizado ou malfeito pode prejudicar bastante a imagem da marca e, assim, interferir nos seus resultados.

Num momento em que o público passa tanto tempo conectado, não faz sentido ignorar a importância da presença digital da marca.

O que está por trás desse conceito é a constatação de que o seu cliente está navegando pela internet e todas as interações da sua marca com ele precisam ser bem-sucedidas.

O consumidor está no comando, então, ele é quem decide se vai relacionar-se com sua marca via site, blog, redes sociais, televendas, WhatsApp etc.

Não importa onde acontece a interação, ela deve valorizar os diferenciais da empresa, exibir a sua qualidade. Não há outra forma de construir reputação ou de mantê-la.

Como você viu, o blog para e-commerce pode ajudar bastante na estratégia de comunicação do negócio online. Em tempos de aumento de concorrência, faz todo sentido que as marcas busquem formas de ampliar o seu relacionamento com o público.

Gostou do artigo? Quer saber mais sobre como aprimorar suas estratégias? Saiba como criar ótimos conteúdos com os dados de seus clientes.

Posts relacionados