Entenda agora a importância do web mobile para o comércio eletrônico

comercio eletrônico

Você sabia que nove entre dez consumidores mantêm seus smartphones ao alcance durante as 24 horas do dia?

Não por acaso, os aparelhos tornaram-se essenciais no cotidiano e chega a ser difícil imaginar um único dia sem tê-los ao lado. Esse dado foi divulgado em uma pesquisa e ajuda a entender a grande importância do web mobile para o comércio eletrônico atualmente.

Se você tem interesse em saber mais sobre o assunto, continue a leitura deste post. A seguir, mostraremos a necessidade de pensar em estratégias de vendas para os dispositivos móveis. Acompanhe!

O que é web mobile?

A cada dia, os acessos à internet feitos a partir de dispositivos móveis crescem. A praticidade em visitar uma loja, buscar informações, comparar ofertas ou demais atividades com o aparelho na palma da sua mão vêm chamando a atenção de gestores das grandes empresas.

Para se ter uma ideia da grande importância em criar plataformas de vendas para esses dispositivos, segundo dados divulgados na mesma pesquisa citada na introdução deste conteúdo, 37% dos consumidores já preferem fazer suas compras no comércio eletrônico. Ou seja, ir em uma loja física está cada vez mais distante.

Mas, afinal, o que é o web mobile? É justamente uma plataforma desenvolvida especialmente para esses dispositivos, como os smartphones. Com a variação no tamanho das telas desses aparelhos, o ambiente virtual deve se adaptar para oferecer uma boa usabilidade. Senão, o usuário simplesmente não conseguirá navegar e abandonará a possível compra.

Por que a criação de uma plataforma web mobile é essencial para o seu e-commerce?

As páginas desenvolvidas para os dispositivos móveis devem ser muito bem planejadas para que a empresa consiga aproveitar as oportunidades e convertê-las em vendas. Menosprezar isso é fechar as portas para uma grande parcela de clientes.

A seguir, listamos algumas possibilidades que o comércio eletrônico focado em web mobile pode gerar.

Utilização de dados geográficos

Os aparelhos móveis já utilizam dados geográficos para diversas finalidades. Aplicativos de navegação, por exemplo, são usados para traçar rotas, encontrar comércio local ou diversas outras aplicações. Esses dados geográficos são muito interessantes para serem utilizados pelas empresas.

Imagine que você tem um negócio local, por exemplo, com um estabelecimento físico. Então, sua estratégia de marketing deve ser direcionada para pessoas que moram ou passam pela região, não sendo interessante abranger áreas fora desse alcance. No momento de criar a segmentação do público, você pode configurar as plataformas de acordo com esses locais, tornando o investimento mais certeiro e eficiente.

As plataformas de busca, como o Google, também consideram a localização do usuário quando ele faz uma procura por comércio local. Ele analisa o local e indica opções ao redor. Se as suas páginas estiverem bem ranqueadas, podem aparecer em destaque como respostas.

Maior alcance dos potenciais clientes

Como dissemos na introdução deste conteúdo, a maioria das pessoas trata os celulares como um acessório indispensável no dia a dia. Transações bancárias, navegação nas redes sociais, uso de aplicativos diversos, troca de mensagens e diversas outras ações são realizadas por meio desses aparelhos.

Então, se você não tem uma plataforma de e-commerce responsiva, ou seja, que se adapta aos tamanhos das telas dos aparelhos, a loja não será acessada e considerada no momento das compras. Por outro lado, quanto você se preocupa em criar um bom web mobile para o comércio eletrônico, o alcance do público torna-se maior.

Melhor experiência ao usuário

Quem nunca tentou acessar um site pelo celular e ficou frustrado por não conseguir fazê-lo? Acessar uma página que não é preparada para ser usada em dispositivos móveis é praticamente impossível. Os botões ficam desajustados, textos desalinhados e a sensação gerada ao usuário é de despreparo.

Certamente, um potencial cliente não ficará em um ambiente no qual não se sinta confortável e, principalmente, seguro para realizar suas compras. O comércio eletrônico abre muitas possibilidades, tanto para as empresas quanto aos seus consumidores, mas é preciso se preparar para isso, afinal, a concorrência não dá trégua.

Melhor posicionamento nas buscas orgânicas

Alcançar as primeiras posições nas buscas orgânicas é algo muito bom e buscado pelos gestores das empresas. Os primeiros lugares recebem um maior número de visitas e, como consequência, conseguem atrair mais oportunidades.

O Google e demais buscadores já entenderam o grande volume de acessos feitos por dispositivos móveis e começaram a pontuar melhor os sites preparados, que dão importância para o web mobile no comércio eletrônico.

Então, se você cria um ambiente responsivo, não só a experiência gerada será mais agradável como as oportunidades também serão mais vistosas, com maior fluxo de visitantes.

Mas, afinal, como é o crescimento das vendas pelos dispositivos móveis?

Para ilustrar o que falamos ao longo do nosso conteúdo, mostraremos a seguir alguns dados revelados no estudo Ebit.

1/4 das vendas em e-commerce ocorre pelos dispositivos móveis

Pensando em performance do e-commerce em geral, com diferentes canais e estratégias de vendas, quase 25% dos negócios concretizados foram feitos via dispositivos móveis, ou seja, 1/4 do total. Novamente, isso demonstra que não ter um sistema responsivo significa desprezar uma grande parcela de consumidores e, consequentemente, lucro.

25,5 milhões de pessoas já compraram pela internet

Outro dado interessante que foi revelado no estudo é o número de pessoas que já efetuaram pelo menos uma compra online, considerando qualquer meio de venda virtual. Esse número chegou a 25,5 milhões de pessoas.

Portanto, como vimos em nosso artigo, o web mobile é de suma importância para o comércio eletrônico. Os consumidores se tornaram omnichannel e estão muito mais exigentes diante dos avanços na rede de telefonia e internet, que aumentaram os acessos por meio de dispositivos móveis.

Ao criar as estratégias do seu e-commerce, não deixe de pensar no modo de acesso às páginas e de considerar que uma importante parcela dos consumidores utilizará o celular, tablet e outros aparelhos móveis para a navegação. O comércio eletrônico tem muitas vantagens, mas é preciso se preparar para buscar e converter as melhores oportunidades!

E então, gostou de entender melhor a importância do web mobile para o comércio eletrônico? Agora, siga as nossas redes sociais e acompanhe as atualizações por lá. Estamos no FacebookInstagramTwitterLinkedIn e YouTube!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *