Como engajar o vendedor de loja física no e-commerce?

O comportamento omnichannel do consumidor não é mais uma tendência, e sim realidade para diversos segmentos de mercado. Isso significa que não há outro caminho: as empresas precisam saber como explorar melhor a força de cada um de seus canais de venda. Nesse contexto, para quem atua com loja física, é imprescindível fazer a integração das operações e, principalmente, promover o engajamento dos vendedores. O ambiente online abre inúmeras possibilidades de negócios, uma vez que o cliente tem à disposição, além do site, mobile, aplicativos, redes sociais, televendas e marketplaces. São opções importantes não apenas para a venda, mas também para fortalecer o relacionamento entre a marca e os seus consumidores. Não faz o menor sentido pensar em substituição. Os resultados de faturamento do comércio tendem a crescer quando todas as opções são usadas para potencializar as chances de negócios e melhorar a experiência do cliente. No artigo de hoje vamos mostrar como o e-commerce omnichannel pode ser utilizado para maximizar resultados. Acompanhe!

Quais as vantagens do e-commerce omnichannel?

Antes de detalharmos o papel do vendedor da loja física nas operações omnichannel, vamos retomar as vantagens desse tipo de negócio:

Disponibilidade

Quem atua com uma plataforma omnichannel tem a possibilidade de alcançar o cliente todo o tempo, em qualquer lugar e da forma que o cliente achar mais conveniente. Considerando que a competição entre as marcas é cada vez mais acirrada, trata-se de uma vantagem competitiva importante aumentar o seu nível de satisfação com a loja.

Agilidade no atendimento

A integração dos canais de vendas representa mais agilidade no atendimento do consumidor, o que é um diferencial relevante. Como as informações sobre o cliente estão disponíveis num único sistema, a loja tem como responder rapidamente às suas demandas. Além do ganho em termos de tempo, destaca-se também a questão da eficiência. Aumentam as chances de se oferecer uma solução completa, uma vez que é possível ter acesso ao histórico do cliente.

Visão integrada do consumidor

A integração não é importante apenas na hora de atender determinada demanda do cliente. O acesso a uma base única de informações é fundamental para que o comércio tenha uma visão integrada do seu público. Com isso, melhora a comunicação e a própria oferta de produtos e serviços, uma vez que é possível ter uma visão mais sobre o perfil e o comportamento da base de clientes.

Relatórios detalhados

Uma das vantagens das operações omnichannel é a possibilidade de a empresa reunir e trabalhar melhor as informações do cliente. Ao ter acesso a relatórios precisos é possível entender tanto os fatores internos quanto os externos que interferem na satisfação do cliente e no resultado de suas ações. Isso é possível porque a loja tem como identificar os canais mais eficientes para cada etapa do contato com o consumidor, avaliando a qualidade do atendimento em cada canal, o nível de satisfação, o volume de compras recorrentes, o ticket médio, etc.

Alcance de diferentes consumidores

Com a transformação que está ocorrendo no mercado, temos diferentes tipos de clientes. Dos ultraconectados aos mais conservadores, é importante que o comércio tenha como fazer o atendimento mais adequado de acordo com cada perfil. Isso é possível com a plataforma omnichannel, uma vez que a escolha fica a cargo do consumidor. Quem prefere a loja física pode continuar optando por ela, mas tem a possibilidade de ter uma experiência integrada. Vamos tratar melhor sobre essa questão no próximo tópico, confira!

Como fazer a integração com a loja física?

O primeiro aspecto a ser observado para promover o engajamento dos vendedores das lojas físicas no e-commerce é a integração dos sistemas de atendimento e vendas. Sem isso, é difícil conseguir o seu envolvimento, uma vez que ele se mantém distante da operação online. Porém, o foco deve estar no cliente, que não faz essa diferenciação entre os canais on e off line. Hoje é bastante comum, por exemplo, ter pessoas que visitam o site, mas desejam experimentar o produto antes da compra. Muitas vezes, contudo, ao chegar na loja, ele tem uma surpresa desagradável: o preço na loja física é mais alto. Quando isso ocorre, o sentimento é de frustração para ambos os lados. O cliente não está disposto a pagar mais e, com isso, ficará sem o produto. E o vendedor, que perdeu tempo no atendimento e na demonstração do produto, não consegue concretizar o negócio. De que adiantou o bom atendimento do vendedor, se ele não tem autonomia para fechar a venda? Numa operação omnichannel, contudo, a proposta é integrar e potencializar o uso dos canais. Assim, o vendedor, ao receber o cliente na loja, já acessa o seu histórico e consegue dar continuidade ao atendimento, usando a seu favor a experiência do cliente no ambiente digital. Com isso, o cliente entende que tem todos os canais à sua disposição para atendê-lo da forma que for mais conveniente e adequada às suas expectativas. No exemplo citado acima, o cliente poderia ter fechado a compra na loja ou concluído o negócio via mobile, ou mesmo um aplicativo de mensagens, sem perda para o vendedor. Uma boa experiência omnichannel é aquela que não impõe barreiras ao cliente, que pode transitar entre todos os meios com facilidade. No dia a dia, isso não envolve apenas vendas, mas também procedimentos ligados às trocas ou devoluções.

Como engajar o vendedor da loja física?

Refletindo mais especificamente sobre o papel dos vendedores das lojas físicas, devemos considerar: A integração dos canais, como exemplificamos acima, é importante para que o vendedor não veja a loja virtual como uma concorrente da operação física. No relacionamento com o cliente, é importante que o vendedor tenha autonomia para oferecer as condições mais adequadas para o cliente, independentemente do canal escolhido. Nesse ambiente integrado, o vendedor deve enxergar o ambiente digital como um aliado. É por meio da plataforma digital que ele vai conseguir reunir mais informações para o cliente e colocar a experiência dele em primeiro lugar. O engajamento do vendedor fica mais fácil quando ele percebe como o digital pode contribuir para melhorar seus resultados, por isso é fundamental estabelecer políticas de remuneração baseadas no perfil do cliente, e não no canal de vendas. Para agilizar as tarefas, ele deve ter acesso aos dados do cliente e estar preparado para usá-los para uma oferta mais assertiva. Outro aspecto importante: é importante que ele possa usar as plataformas digitais para atrair o cliente até a loja. Um dos exemplos é o uso de aplicativos como o ZapCommerce. Nesse caso, o vendedor envia ofertas personalizadas e, a distância, faz todo o processo de encaminhamento da venda, até chegar no pagamento. Como você viu neste artigo, o vendedor da loja física tem um papel importante para incrementar os negócios nas operações omnichannel. Para otimizar os resultados, contudo, ele depende do apoio das soluções tecnológicas. A melhorar maneira de engajá-lo, então, é prepará-lo para lidar com esse novo ambiente, mostrando a importância de proporcionar uma experiência omnichannel ao cliente. Para que isso aconteça, é essencial: — conhecer o público-alvo; — automatizar os processos da loja; — investir na personalização do atendimento e da comunicação; — sincronizar os canais; — focar no relacionamento e não no simples atendimento; — redobrar a atenção com as possibilidades de inovação, tanto na operação como nas estratégias. Engajar os vendedores da loja física no e-commerce é um dos desafios para que as organizações consigam aproveitar melhor o potencial das novas tecnologias e, com isso, garantir a sobrevivência (e o crescimento) de seus negócios. Gostou do artigo? Entendeu melhor a importância do e-commerce omnichannel? Baixe agora o nosso eBook sobre Redes Sociais. Ele vai mostrar como é possível explorar as possibilidades nessa área.

Posts relacionados