Como usar o White Hat a favor do SEO

SEO - Blog da JET

SEO - Blog da JET

Quando o assunto é marketing digital, é fundamental trabalhar o SEO – Otimização para Mecanismos de Buscas. É o SEO que mostra quem realmente é profissional e sabe do que está falando. Para um site ser grande e conquistar um grande público é preciso, claro, um ótimo conteúdo.

O SEO é um conjunto de técnicas e estratégias que faz com que os motores de busca coloquem uma página (ou várias) em boa posição em uma determinada busca.

E como sempre, onde há regras, há quem as acate e quem atue contra elas. No SEO isso também acontece e há diversos tipos de práticas – White Hat, Grey Hat e Black Hat. A diferença entre o White Hat e as outras está na tolerância do Google – o maior buscador – com relação a ela. Quando uma prática não é bem vista, o robô tende a punir os sites que a utilizam – muitas vezes com severidade.

Como se faz um SEO White Hat?

Em primeiro lugar tenha claro que o foco é o seu público. Sua meta de gerar tráfego não deve ser colocada antes do público, é sempre ele quem deve estar no centro de qualquer ação.

Com a otimização, você conquistará novos visitantes de qualidade – ou seja, gente que se interessa pelo conteúdo, não entra por acidente – e sai correndo.

O segundo passo é analisar os pontos fracos do site, algumas perguntas:

– URL é amigável?

– as palavras-chave são adequadas?

– quantos cliques o visitante tem que dar até chegar ao que lhe interessa?

SEO White Hat

Estas são técnicas de otimização obrigatórias para a sobrevivência de um site. E não economize a criatividade, para garantir que seu site ou blog se destaque da concorrência.

Otimização e pesquisa de palavras-chave

Otimização é o principal termo de um trabalho em SEO. A busca pelas melhores palavras-chave para a sua página é o melhor exemplo de como usar a prática em um site. E deve-se lembrar que um site otimizado é bom tanto para seu visitante como para o motor de busca.

Um bom jeito de definir as palavras-chave é usar o Google Keyword Planner, que está disponível dentro da plataforma do Google Adwords. Com esta ferramenta, é possível pesquisar a relevância da palavra-chave.

Embora não ofereça números precisos, é muito interessante tanto saber a frequência com que termos são usados quando as pesquisas são feitas.

É nesta investigação que você pode descobrir ótimas palavras-chave que são pouco utilizadas por concorrentes e podem aumentar o seu tráfego.

Vamos dizer que você vende ingredientes específicos para preparar comida mexicana – o Keyword Planner vai mostrar que o mais pesquisado é “receitas comida mexicana” que também é o termo usado pela maioria dos seus concorrentes.

Neste caso, além do termo chave, é interessante usar culinária mexicana, receitas picantes ou pratos mexicanos em seu conteúdo, pois assim você abre o leque e atinge também os usuários que procuram palavras fora do padrão.

Também é importante atender ao desejo do visitante. Afinal, a pessoa que procurou “receitas comida mexicana” a bordo de uma conexão móvel lenta e limitada ficará muito irritada ao chegar ao seu site e não encontrar o que deseja, certo?

Para evitar isso, é indicado o uso de palavras-chave negativas – termos que devem ser desconsiderados pelos robôs de busca e evitam que usuários errados cheguem ao seu site ou páginas.

Atributo Título (Title tag)

Um fator determinante para os robôs de busca na hora de ranquear os sites é o título – porque as palavras são destacadas na página. Um jeito de fazer isso é destacar sempre sua marca em cada página. Um exemplo? “Como usar o White Hat a favor de seu SEO – Blog da JET E-Commerce”.

Além disso, é interessante usar o título na página, usar as palavras-chave nos sub-títulos (h2).

Segundo Neil Patel, um especialista em SEO, 8 de 10 pessoas lêem apenas o título dos artigos – ou seja, 2 de cada 10 lerão o conteúdo inteiro. Ele tem dicas muito interessantes que ajudam no processo de criação e redação de títulos:

  • A função do título é exatamente esta, atrair tráfego. Mantenha isso em mente na hora de criar os seus.
  • Números e palavras negativas aumentam o CTR. Veja que listas, dicas e as 10 melhores práticas sempre são títulos atraentes para o público. As negativas que fazem o leitor ter dúvidas também são muito eficientes. Títulos como Você precisa… Não espere para… ajudam a conquistar a atenção dos leitores
  • Quanto mais estranho o número, melhor a performance. Em vez de criar listas com padrões (5, 10 ou 20), tente números incomuns, como 21, 7, 43
  • O tamanho máximo de um título é de 65 caracteres – este é o limite de exibição no snippet da busca no Google. Títulos maiores são cortados e isso afeta o resultado da busca orgânica e da propagação de seu trabalho nas mídias sociais.
  • O ideal é que seu título tenha, no máximo seis palavras.
  • O título tem que se relacionar com o texto. Não adianta nada atender as regras e não entregar a promessa do título. É preciso que, depois do clique, o leitor continue com você e não se sinta enganado.
  • Evite expressões com diversas interpretações. Duplo sentido não é bom em títulos. Na hora de conquistar o tráfego, o assunto deve ser claro e ajudar o leitor.
  • Use palavras fortes ou adjetivos. Incrível, surpreendente, magnífico, terrível. Adjetivos ajudam a conquistar o leitor.
  • Use pelo menos 4 das 6 dicas listadas em negrito. Se conseguir fazer títulos com todas, melhor ainda.

Link Building

Quanto mais links de qualidade você tiver apontando para o seu site, melhor sua posição no ranking. É preciso que os sites que linkam seu conteúdo sejam reconhecidos e o tema deve estar alinhado com o conteúdo. São estes atributos que mostram para os robôs a relevância e credibilidade do seu site.

O link building é a parte mais difícil do trabalho de SEO White Hat. E como tudo depende de conteúdo, é importante não ir com sede ao pote. Procure oportunidades, ofereça artigos, publique em outros sites que já têm mais credibilidade que o seu.

Mesmo assim, todo link importa. Garanta que seu site receba bons links, e evite fazer as tais “parcerias de conteúdo” com muitos sites ao mesmo tempo.

Meta-description

A descrição do seu conteúdo é muito importante. No print-screen do título você percebeu que existe uma descrição rápida do que será encontrado. É importante que esta descrição não apenas contenha as palavras-chave  do conteúdo, como também ajude o internauta a escolher o seu artigo entre tantos outros.

Designed by Freepik

Posts relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *