5 dicas de SEO para aplicar na descrição de produtos da sua loja

descrição de produtos

Não é difícil entender a importância do uso das técnicas de SEO para a descrição de produtos do e-commerce. Basta pensar no seu comportamento como consumidor: quantas vezes você já começou a sua navegação na internet por um serviço de busca?

No caso do Brasil, o Google lidera com folga esse tipo de pesquisa e tem uma participação acima dos 90%. E, independentemente do serviço escolhido, o fato é que ter uma boa posição no ranking das páginas de busca tornou-se essencial porque os usuários são seletivos. A maioria das pessoas limita a sua pesquisa às primeiras posições.

Ou seja, sem trabalhar bem com as informações, é alto o risco de a sua loja não ser encontrada, o que vai representar a perda de negócios, correto?

Para evitar isso, confira as dicas que separamos para ajudar você a melhorar a performance da sua loja nas buscas orgânicas!

Entenda o que está por trás do SEO

Antes de explicarmos as técnicas que devem ser aplicadas na descrição de produtos, algumas observações sobre o assunto, para que você entenda o que está por trás do conceito:

– O significado da sigla SEO é Search Engine Optimization. Em português, podemos traduzir como Otimização para Mecanismos de Busca. Quando falamos em técnicas de SEO, então, estamos nos referindo a um conjunto de estratégias que podem ser empregadas para melhorar o posicionamento das nossas páginas nos serviços de busca.

– Por que precisamos isso? Simples: no caso do Brasil, por exemplo, o Google é a porta de entrada para a internet de boa parte do público. É por ali que a pessoa começa a sua navegação pela internet, mesmo quando sabe o endereço.

– E, como mostram várias pesquisas, os usuários são impacientes. Limitam a sua procura às primeiras posições. Ou seja, se o site da sua loja não estiver bem posicionado, aparecer nas primeiras colocações, diminuem as chances de o cliente chegar à sua página.

– O Google utiliza diversos critérios para selecionar os conteúdos que vão ser mostrados primeiro. Assim, é imprescindível entender melhor os atributos que são considerados como mais relevantes.

Como melhorar os resultados de SEO da sua loja virtual

Pensando especificamente no ambiente do e-commerce, a adoção de estratégias adequadas de otimização para os motores de busca deve ser planejada desde o início do negócio, na escolha da plataforma de e-commerce.

Isso porque o ideal é contratar um sistema de vendas pela internet que seja SEO Friendly. Na prática, isso significa ter acesso a alguns diferenciais, como:

– páginas construídas com base nas melhores práticas de otimização, justamente para que a loja obtenha relevância nas buscas orgânicas.

– URLs amigáveis, construídas diretamente via painel, para produtos, categorias e sessões.

– recursos para gerenciar sitemaps e robots.txt diretamente no painel;

– acesso ao Google Apps via painel, o que facilita a integração com as ferramentas de mensuração.

Descrição de produto: como aplicar técnicas de SEO

Esse cuidado com a organização da estrutura do site da loja é importante, mas para ter melhores resultados é importante dedicar mais atenção também à descrição de produtos.

Nesse caso, lembre-se de que esses textos cumprem duas funções: informam os visitantes sobre as características dos produtos da loja e funcionam como atrativo (ou não) para o algoritmo do Google.

Para não errar ao elaborar esse tipo de material, preste atenção nessas dicas:

1- Utilize palavras-chave

As palavras-chaves não servem apenas para as suas campanhas de links patrocinados ou estratégias de marketing de conteúdo. Elas são muito úteis para as descrições de produto.

Portanto, certifique-se de descobrir quais são mais importantes para aquele tipo de produto e inclua no seu texto.

Uma boa forma de fazer isso da forma correta é usar o Google Adwords. Ele tem um planejador de palavras-chave que ajuda bastante.

2- Apresente primeiro as vantagens

Ao elaborar suas descrições, comece apresentando as vantagens dos seus produtos ou serviços. Tenha em mente que, na maior parte dos casos, os clientes estão atrás de soluções para os seus problemas.

Assim, procure focar nas vantagens, sejam elas financeiras ou relacionadas a outros fatores, como segurança proporcionada ao cliente ou mesmo aumento do seu status social.

A regra aqui é a mesma válida para as abordagens publicitárias: as chances de sucesso aumentam quando conseguimos remeter o cliente às necessidades humanas.

3- Valorize a descrição técnica

Essa parte mais “apelativa” é importante, contudo, não de descuide da qualidade da descrição técnica. Nesse caso, quanto mais detalhes, melhor, uma vez que vamos deixar o cliente mais confiante para fazer aquela aquisição.

Não deixe nenhuma especificação de fora: peso, tamanho, material usado, acessórios, cores, funções etc.

4- Ajude o cliente

Para a descrição de produtos no e-commerce, há outro aspecto importante: o foco na utilidade daquele item.

Como o cliente não tem contato físico com o material, é importante enumerar situações de uso, facilitar a visualização por parte do consumidor.

5- Seja original

Essa dica é fundamental para a otimização para os motores de busca: desenvolva textos autênticos. Esse é um dos critérios usados pelo Google para avaliar a qualidade do seu material. Assim, se for algo repetido em outras páginas, as chances de uma boa colocação diminuem.

O pior é que esse é um erro comum no comércio eletrônico. Muitas lojas optam por republicar os textos que constam, por exemplo, nas páginas dos fabricantes.

Como você viu, não é complicado aplicar técnicas de SEO na descrição de produtos da sua loja. E se a sua plataforma for SEO SEO Friendly, melhor ainda, uma vez que isso quer dizer que o website (e suas versão mobile) já está devidamente preparado para os motores de busca, cumprindo todos os requisitos técnicos.

Gostou do artigo? Quer mais dicas para o seu e-commerce? Baixe agora nosso eBook Ominicanalidade: entenda como melhorar a experiência do cliente.

Posts relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *