E o pós-Natal?

Muito se falou dos preparativos e projeções para o Natal de 2010 no e-commerce.

Ouvimos muito a respeito do ticket médio de R$ 370,00, dos R$ 2,2 bilhões esperados como faturamento e também que livros, eletro-eletrônicos e equipamentos de informática serão os mais procurados pelo e-consumidor. No entanto, pouca atenção foi dada ao pós-festas.

Trata-se de um período estratégico, que representa uma ótima chance para a loja virtual trabalhar relacionamento e fidelização, além de estender por mais alguns dias o alto índice de vendas do Natal.

O lojista deve considerar que o consumidor que faz sua primeira compra na loja deve receber incentivos para que se torne um consumidor recorrente. Um dos artifícios para isso é enviar ao comprador de 1ª viagem um vale-desconto com validade para seu uso. Isso o motiva a voltar à loja em um curto prazo de tempo.

Outra medida importante no fortalecimento do relacionamento com o cliente é identificá-lo por quem ele é, e não pelo que comprou ou quanto gastou.

O lojista deve aplicar um cadastro aos compradores de sua loja neste período de grande movimentação que antecede o Natal. Nada muito extenso. Se o nome, cidade e e-mail do cliente forem captados, já é possível fazer um cruzamento de informações com os produtos adquiridos por ele.

Dessa forma pode-se traçar o perfil deste consumidor e adequar a ele o tom da comunicação que se deseja estabelecer.

Ao perceber que a loja lhe dedica atenção, ele dedicará atenção à loja.

Além do relacionamento e fidelização, no período pós-Natal devem ser colocadas em prática algumas ferramentas que mantenham o alto número das vendas natalinas mesmo depois do dia 25.

É hora de girar o estoque. Ainda dá tempo de desencalhar aquele produto que teve mau desempenho no fim de ano. Utilize todo tipo de ferramenta de promoção de vendas que estiver ao seu alcance. Desde o já citado vale-desconto até preços imbatíveis, compre 3 pague 2, compre X e leve Y de brinde, etc. O que melhor se adaptar ao seu produto, modelo de negócios e perfil de consumidor.

Posts relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *