Indicadores de desempenho para marketplace — Veja o que não pode faltar em suas métricas

Acompanhar os indicadores de desempenho é a melhor forma de garantir o sucesso em diversas áreas de atuação.
Ao trabalhar com vendas em marketplace, você precisa fazer uma análise bem detalhada nesse sentido, já que é a única maneira de prever tendências, detectar problemas e captar oportunidades valiosas.

Quem decide atuar em um marketplace na internet geralmente tem um objetivo principal um tanto óbvio, que é vender. Trata-se de uma meta cujo sucesso pode ser facilmente mensurável a partir de alguns indicadores bastante estratégicos. Além disso, é possível aprender muito a respeito dos hábitos e das preferências dos clientes ao seguir tais números.

Por exemplo, você pode perceber que seu cliente prefere comprar mais produtos de determinada categoria em certa época do ano. Para aumentar as suas vendas, você pode abastecer mais desse tipo de item no mês certo para evitar indisponibilidade. Isso somente é possível ao acompanhar os indicadores certos.

O que é um marketplace?

Uma tendência relativamente nova no mercado brasileiro, o marketplace surgiu como alternativa bastante valiosa para quem quer aumentar a venda de seus produtos. É um jeito de atingir um público maior e atrair mais visibilidade para o seu negócio.

Atuar com um marketplace é o equivalente a “pegar emprestado” o espaço de um e-commerce já consolidado para vender os seus próprios produtos lá. Você aproveita a exposição e a força da marca, além de sua já estabelecida audiência, para conseguir potencializar a divulgação da sua loja virtual.

Para explorar melhor essa alternativa, o ideal, então, é que o seu e-commerce trabalhe com uma plataforma que facilite a integração com os principais marketplaces do país. Assim, você não terá dificuldade para fazer a gestão da loja, cuidando dos pedidos recebidos diretamente no e-commerce e via marketplace.

Para o consumidor, o sistema oferece uma praticidade bastante atraente. É um jeito de encontrar produtos aos quais não teria acesso normalmente se dependesse apenas do estoque da loja principal. Ao mesmo tempo, tem a segurança de estar lidando com um nome forte do mercado e decide fazer suas compras sem medo.

Quais indicadores de desempenho acompanhar em seu marketplace?

Todo indicador que ajude a entender melhor o comportamento e as preferências do seu consumidor é válido para ser incluído em sua análise. Afinal, a função dos números é apresentar um retrato do cenário em que a sua loja está inserida. Sem esse acompanhamento, você fica sem os recursos certos para saber como impactar essas pessoas.

Confira, a seguir, quais são os melhores indicadores de desempenho para marketplace:

1- Ticket médio

Saiba o quanto o seu consumidor costuma gastar em média em seu marketplace para ter uma ideia muito mais clara a respeito da sua rentabilidade.

Não basta se preocupar em aumentar as vendas, você também deve fazer com que seus clientes gastem cada vez mais em sua loja. Somente assim será possível traçar um plano eficaz para atingir mais sucesso em um marketplace.

Trata-se de uma conta simples que precisa fazer parte da sua rotina. O ticket médio é obtido ao dividir o seu total de receita pelo total de vendas realizadas. Portanto, quanto maior esse número for, melhor para você. Um ticket médio baixo pode ser preocupante, porque, como você verá no item a seguir, pode não compensar o esforço empregado para conquistar consumidores.

2- Custo de aquisição de clientes (CAC)

É necessário levar em consideração o custo de todas as iniciativas implementadas para atrair clientes para a sua loja para saber com certeza se você está tendo sucesso ou não. O custo de aquisição de clientes é uma métrica que mostra exatamente isso, sendo preciso calcular todo e qualquer tipo de gasto que é feito para captar um consumidor.

O CAC não pode, em hipótese alguma, ser maior do que o seu ticket médio, já que aí significaria que você está gastando mais para conquistar um cliente que não traz retorno financeiro. Então, você tem de rever as decisões da sua estratégia para optar por ações que gerem melhor custo-benefício enquanto conseguem motivar compras mais caras.

3- Reclamações no SAC

Você precisa se preocupar com o pós-venda do marketplace se deseja ter sucesso com essa iniciativa. Uma métrica que você deve acompanhar é o de reclamações feitas ao SAC, para visualizar como é a taxa de insatisfação dos seus clientes. Um número alto pode requisitar mudanças de processos relacionados à garantia de qualidade dos itens vendidos.

Trata-se de um indicador que precisa ser avaliado de maneira qualitativa, ou seja, não só mensure o número de reclamações como também dedique a atenção adequada a entender quais os tipos de problemas mais comuns. Tente compreender os seus motivadores para que o caminho até a solução fique mais claro.

4- Itens mais vendidos

É essencial que você fique por dentro de quais produtos mais vendem em seu e-commerce via marketplace. Ter acesso à essa informação é fundamental para que você consiga traçar estratégias eficazes no futuro. Isso permite não só ter ideia de que tipo de item seu público prefere como também ajuda a realizar o abastecimento necessário para suprir a demanda.

A melhor forma de controlar esse aspecto é utilizando uma solução como o JET HUB, que integra a sua loja aos principais marketplaces e facilita o processo de gestão das suas vendas — para pedidos com pagamento aprovados, por exemplo, todas as informações vão aparecer no painel administrativo da loja. Com isso, você não corre o risco de perder vendas devido à falta do produto.

Certifique-se de analisar as diversas características dessa métrica para extrair mais dados valiosos dela. Em vez de observar apenas os itens mais vendidos, procure acompanhar também quais categorias vendem mais ou quais variações de um mesmo produto têm mais sucesso. Assim, você saberá muito mais a respeito das preferências dos seus clientes e poderá traçar estratégias ainda melhores para atingi-los.

5- ROI

Todas as áreas de uma empresa podem se beneficiar de uma análise de ROI (retorno sobre investimento) para se certificar de que as ações estão realmente agregando valor. No caso de um marketplace, você precisa estar constantemente avaliando se está valendo a pena atuar naquele espaço e se os seus esforços estão se pagando.

O cálculo por trás do ROI é relativamente simples. Basta pegar o seu número de receita e subtrair os seus custos dele. Depois, o resultado deve ser dividido pelos custos. Você pode multiplicar o produto por 100 para chegar a uma porcentagem. Ou seja, se o resultado der 15, o seu ROI foi de 150% (você obteve de volta metade a mais do que investiu).

Tendo como prioridade melhorar cada vez mais os retornos do seu marketplace, você precisa acompanhar os indicadores de desempenho certos. Aproveite as dicas que trouxemos para saber quais números são mais importantes e de que forma utilizá-los para tomar decisões mais estratégicas a partir das suas vendas. Será possível aproveitar retornos cada vez superiores ao trabalhar dessa forma.

Quer aprender mais sobre todas as possibilidades de um marketplace? Então, veja tudo o que você precisa saber aqui no blog!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *