JET comemora os resultados na Black Friday. Clientes da plataforma bateram recordes de vendas!

Os números da Black Friday 2020 no Brasil foram excelentes. Os dados ainda estão sendo fechados pelos lojistas, mas estima-se que o aumento do faturamento tenha ficado na faixa dos 25%.

Segundo dados da E-bit/Nielsen, as empresas movimentaram um total de R$ 4,02 bilhões no e-commerce. Foram mais de 6 milhões de pedidos gerados, resultado 15,5% superior a 2019.

Outra boa notícia: o ticket médio foi de R$ 652, 8,3% maior do que o período anterior.

Uma diferença importante este ano foi o resultado do período do “esquenta”. Entre 19 a 27 de novembro, o faturamento foi de R$ 6 bilhões, 30,1% a mais que o de 2019, de acordo com os dados da E-bit/Nielsen.

Quem acompanha de perto toda essa movimentação do setor de e-commerce acredita que foram preponderantes para o desempenho das lojas virtuais a adesão de novos consumidores ao e-commerce e a qualidade dos serviços oferecidos.

“Os e-commerces têm se preparado mais para a ocasião, investindo em tecnologia de ponta e em estratégias de vendas mais eficazes”, comenta Gustavo Chapchap, CMO da JET, e líder do Comitê de E-Commerce da Abradi.

Segundo o especialista, as lojas já aguardavam o crescimento das compras online, até em função das medidas de distanciamento social. “Não havia condições este ano de haver filas, nem qualquer tipo de aglomeração nas lojas físicas, então, as operações se organizaram para dar conta da demanda nas compras online”, explica Gustavo.

Segundo o executivo, os clientes da JET NEO bateram todos os recordes de vendas este ano e, graças aos investimentos realizados antes do evento, não enfrentaram nenhum tipo de problema para atrair os clientes e, claro, fechar as vendas.

“Apesar do alto volume de tráfego, as lojas JET foram mantidas no ar 100% do tempo e com alta performance em termos de velocidade de acesso”, relata Gustavo, lembrando que o resultado não aconteceu por acaso. A equipe trabalhou muito para deixar tudo em ordem.

Como foi a preparação para a Black Friday 2020

Foram três meses de preparação, porém, valeu a pena, porque a operação durante a Black Friday funcionou acima das expectativas, ajudando os clientes a alcançar os resultados almejados para o período.

Para se ter ideia, em 2020 a área de TI da JET praticamente quadruplicou a infraestrutura de servidores para suportar o grande volume de transações durante o período do evento. Com isso, os clientes tiveram um ambiente confortável para atender ao aumento da demanda de acessos.

O monitoramento das vendas na sala de guerra começou na quarta-feira, dia 25.11, e durou até o meio dia do sábado, dia 28.11.

A movimentação das lojas JET foi acompanhada em tempo real e assim foi possível comprovar a eficiência da operação. Muitos varejistas conseguiram bater suas metas de vendas ainda na quinta-feira, dia 26.11, e o pico de venda se manteve alto até o sábado.

Como tem acontecido nos últimos anos, diversas promoções se estenderam até a segunda, consagrando o sucesso da Cyber Monday.

No geral, os números atingidos pelos clientes da JET (JET NEO e ZapCommerce), comparados com outras plataformas do mesmo porte, foram os maiores do mercado, apontando um crescimento médio superior a 60% nas conversões e um aumento no volume transacionado de 40%.

De olho na Black Friday 2021

Na JET e-business, as atenções agora estão concentradas nas vendas no período natalino e nas liquidações de verão. A Black Friday costuma ser um excelente indicativo sobre como vai ser o desempenho do comércio nesses períodos. Como os resultados foram bons, as expectativas são otimistas.

De olho na performance das lojas que usam a plataforma NEO JET e o ZapCommerce, a equipe também já começou os preparativos para a Black Friday 2021. “O evento tornou-se muito relevante para o e-commerce, então, temos que nos antecipar às demandas dos clientes. Inovação é um dos atributos que garantem o sucesso da JET, mas para isso precisamos investir continuamente em novas soluções tecnológicas”, afirma Gustavo, enfatizando ser essa postura que mantém a empresa na liderança do setor.

Hoje mais de 15 mil clientes confiam na tecnologia JET para executar seus negócios online e as expectativas para 2021 são promissoras, uma vez que o comércio eletrônico tem espaço para continuar crescendo no Brasil.

Para quem faz vendas pela internet, outra questão relevante é a confirmação da importância de se atuar com plataformas de e-commerce omnichannel. O cliente é quem deve escolher o canal que considera mais conveniente: loja física, site, mobile, redes sociais, marketplaces ou aplicativos de mensagens, como WhatsApp.

Agora, a recomendação é que se trabalhe a base de clientes que fizeram compras no período, visando a fidelização.

Em 2020 houve um aumento no número de novos clientes, mas o potencial de crescimento é enorme para o e-commerce, em praticamente todas as categorias.

“É importante que as lojas consigam avançar da venda para o relacionamento com esses novos consumidores, porque é a partir daí que as marcas podem ter um crescimento mais consistente nos próximos meses”, conclui Gustavo.

Quer mais informações para alavancar seus negócios online? Confira agora nosso artigo com Dicas para movimentar seus negócios no final do ano.

Posts relacionados