Lançamento de loja virtual: 5 estratégias que funcionam

Abrir um e-commerce é uma excelente opção para quem pretende iniciar uma nova atividade ou expandir sua operação.

Um dos erros nessa área é imaginar que ter um negócio online significa substituir a loja física. O comportamento do consumidor é omnichannel, então o importante é oferecer mais oportunidades, disponibilizando todos os canais possíveis – loja física, site, mobile, redes sociais, televendas, etc.

Colocar um e-commerce no ar exige atenção com diversos aspectos técnicos e operacionais. E, para que os resultados sejam efetivos, é imprescindível cuidar da estratégia de lançamento.

É este o assunto do artigo de hoje. A proposta é ajudar você a se organizar para realizar suas primeiras vendas via internet. Confira!

1. Certifique-se de ter um site adequado

A escolha da plataforma de e-commerce adequada é uma das decisões mais importantes para o sucesso de uma operação online.

Primeiro, porque os recursos disponíveis é que vão garantir a melhor experiência para o usuário. Segundo, é a partir das soluções oferecidas que você chegará numa gestão mais eficiente.

Considerando as atuais condições do setor de comércio eletrônico, não há mais espaço para operações amadoras. O consumidor tem muitas opções à disposição e dará preferência para as lojas que sejam profissionais, em todos os sentidos.

Nesse contexto, certifique-se de que o seu site atenda a esses requisitos básicos:

Experiência do usuário

Quanto mais intuitiva ela for, melhor para os negócios. Na prática, isso quer dizer que o cliente deve conseguir escolher os produtos com facilidades e encontrar as soluções adequadas para finalizar a compra.

Pensando nas tendências do ambiente online, um dos aspectos mais relevantes é o checkout inteligente, com login social e auxílio visual para o preenchimento dos dados de cartão.

São questões simples, mas que podem fazer a diferença para que o cliente estabeleça uma relação de confiança com a loja.

Descrição de produtos

Cuidar bem da descrição dos produtos é outro ponto fundamental para o lançamento de uma loja virtual. Pode parecer um mero detalhe, mas não é.

A escolha correta dos termos que serão empregados facilita a navegação do cliente e também interfere nos resultados de divulgação da marca. A geração de tráfego na internet depende do ranqueamento nos motores de busca, por isso, é importante aplicar as técnicas de SEO na descrição de produtos.

Segurança

Os detalhes no quesito segurança nem sempre são visíveis para os clientes, mas essa é uma área que exige atenção redobrada por parte do e-commerce.

Mais uma vez, pesa nesse caso a escolha da plataforma adequada para as suas necessidades. Dica importante: dê preferência aos modelos SaaS, uma vez que desta forma você consegue ter soluções atualizadas e não corre o risco de ter uma loja ultrapassada em termos de tecnologia.

2. Valorize a integração

Ainda do ponto de vista da estrutura da loja, hoje é impossível abrir mão do conceito de omnicanalidade.

É importante ter um site adequado, mas o consumidor quer ter outras opções de canais para suas compras. Assim, ao escolher seus parceiros, avalie como é tratada a questão da integração.

Mobile commerce é uma realidade, até porque o acesso à internet ocorre predominantemente via dispositivos móveis em praticamente todas as classes sociais e mesmo faixas etárias.

Fique atento: não basta ter um site responsivo, que se adéque à qualquer forma de acesso. É importante que o cliente também tenha como finalizar as compras via marketplaces, redes sociais ou mesmo aplicativos de mensagens, como WhatsApp.

Para quem atua com loja física, trata-se de uma opção importante para o cliente, principalmente se as operações estiverem integradas. Isso permite, por exemplo, que a loja permita a compra via internet e retirada no seu endereço comercial.

A gestão de operações omnichannel será facilitada se for possível fazer a administração das vendas num sistema único, na mesma plataforma. Para isso, você precisará de uma solução de hub nativo, desenvolvido justamente com esse propósito.

3.  Analise seus resultados

Loja organizada dentro dos padrões exigidos pelo mercado, não se descuide dos indicadores. Diferentemente do que ocorre numa loja física, os negócios online podem ser monitorados o tempo todo.

Essa é uma vantagem importante, uma vez que permite a realização dos ajustes necessários para elevar a performance das vendas.

Além disso, ter um controle mais atento do desempenho é a garantia de que você sabe exatamente o que fazer para manter o cliente satisfeito.

Uma boa plataforma de e-commerce vai fornecer o suporte necessário nessa área. Além da integração com as ferramentas do Google Analytics, por exemplo, ela deve estar preparada para gerar relatórios detalhados sobre a movimentação dos clientes na loja.

4. Invista na divulgação

Não vai adiantar ter tudo preparado para o lançamento da loja virtual se não investir na divulgação. É aquela história: como realizar um evento de sucesso se ninguém receber o convite para a festa?

Nesse caso, a principal recomendação dos especialistas é a necessidade de se recorrer aos serviços especializados.

Por mais que as plataformas digitais sejam fáceis de lidar, é complicado desenvolver uma estratégia realmente profissional sem contar com a ajuda de quem lida com esse ambiente o tempo inteiro.

Ao elaborar o planejamento, lembre-se de que estratégias mais diversificadas rendem mais. Portanto, procure trabalhar com publicidade online, links patrocinados, redes sociais e também ações de marketing de conteúdo.

O ambiente no e-commerce é cada vez mais concorrido, então, é importante cobrir todas as frentes, assegurando-se de que o consumidor receberá a sua mensagem no momento certo, na melhor hora possível.

5. Tenha boas estratégias promocionais

Por fim, mas não menos importante, é preciso atenção com as estratégias de promoção de vendas.

Aproveite os recursos da sua plataforma de e-commerce para oferecer cupons de desconto, combos de produtos, brindes, enfim, explore as possibilidades que existem nessa área.

Ações promocionais não são importantes apenas para atrair clientes para a loja, têm um papel relevante também para trabalhar a fidelização dos consumidores.

Compras recorrentes ajudam a manter a saúde financeira da loja e têm outra função: formam novos promotores da marca, o que vai ajudar na sua divulgação e na construção de uma boa reputação.

Gostou do artigo? Preparado para o lançamento da sua loja virtual? Se ainda tem dúvidas, não deixe de conferir 9 pontos importantes para abrir um e-commerce.

Posts relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *