Notificações Push: 5 estratégias para aumentar o tráfego do seu e-commerce

Engajamento. Essa é uma boa razão para usar notificações push no e-commerce. Porém, atenção, é importante saber usá-las de forma estratégica. Ou seja, é preciso definir com antecedência o conteúdo das mensagens e o objetivo de cada uma delas. 

A seguir, separamos algumas dicas para ajudar você a aprimorar as suas iniciativas nessa área. Veja o que considerar ao incluir as notificações no plano de marketing do seu negócio. Confira!

Notificações push: porque são importantes

Antes de detalharmos as estratégias de utilização das notificações push, vamos entender porque elas ganharam importância para o e-commerce.

Um dos aspectos que precisam ser considerados é a necessidade de acompanharmos a movimentação do cliente. 

O uso dos dispositivos móveis tem tornado a jornada do cliente mais fragmentada. Vem daí o conceito de micro momentos, que exigem o emprego de abordagens mais sofisticadas para captar a atenção do público. 

As notificações push têm um papel importante nessa história, uma vez que permitem que os clientes sejam acionados em situações diferentes.

Outro fator a ser analisado é que hoje esse tipo de recurso não está mais restrito aos apps, como acontecia no passado. 

Isso quer dizer que aumentaram as possibilidades para as lojas virtuais entrarem em contato com o cliente, independentemente do canal de compra ou contato – website, mobile, redes sociais, marketplace etc.

Entenda o conceito

As notificações push são aquelas mensagens que aparecem em forma de pop-up no meio da navegação. Detalhe importante: o usuário tem a opção de aceitar ou bloquear as notificações.

Essa é uma vantagem da ferramenta. Como você tem o opt-in do cliente, as chances de leitura são bem altas. Não se corre o risco, também, de a mensagem ser classificada como spam.

Outro benefício importante das web push notification é que elas são clicáveis e podem ter diferentes formatos, usando apenas textos ou artes mais elaboradas.

Saiba como enviar notificações

Ao definir os critérios que serão usados no envio, é essencial pensar na relevância da mensagem para o cliente. O ideal é ter uma informação que seja do interesse do cliente naquele momento. 

Em termos de segmentação, uma boa estratégia é guiar-se pela localização da pessoa, o seu perfil de consumo ou mesmo necessidade de engajamento.

Por exemplo, no caso desta última, ela pode ser útil quando o cliente selecionou um produto na loja, porém, não finalizou a compra. Uma notificação específica nessa situação serve para incentivá-lo a concluir o processo de compra.

Vamos mostrar no próximo tópico a forma como essas notificações podem ser empregadas!

Confira as melhores estratégias

1. Lembretes

Os lembretes funcionam bem para reverter os carrinhos abandonados. Essas notificações serão acionadas na situação exemplificada acima: a pessoa navegou pelo site, chegou a escolher determinado item, mas resolveu sair da loja sem finalizar a compra.

Nesse caso, pode-se oferecer alguma vantagem (como um cupom de desconto) ou mesmo adotar uma mensagem que enfatize o senso de urgência daquela compra.

2. Avisos sobre a compra

Os pop-ups com notificações também podem ser empregados para tranquilizar o cliente em relação ao andamento do processo de compra.

Por mais que as pessoas estejam mais acostumadas com o ambiente virtual, elas nem sempre se sentem seguras na hora da compra.

Uma boa estratégia, então, é enviar notificações específicas sobre prazo de entrega, frete e outras informações que ajudem o cliente a sentir-se mais confortável na sua experiência como usuário da loja.

3. Convites

Caso o cliente não esteja na sua página, as notificações podem ser empregadas para atrai-lo para a loja. A proposta é encaminhar algo que desperte sua atenção.

Para isso, é possível utilizar desde anúncios de “ofertas especiais” para aquele dia ou mesmo uma mensagem que expresse o interesse da loja no cliente.

Isso acontece, por exemplo, quando o consumidor recebe uma notificação do tipo “Faz tempo que você não visita nosso site. Sentimos sua falta!”.

O principal, nessas situações, é trabalhar com informações personalizadas, baseadas nos dados do cliente. A segmentação deve ser precisa, para que a notificação faça sentido para aquele comprador.

4. Anúncio de ofertas

É importante que a sua estratégia também contemple os chamados anúncios de ofertas. Nesse caso, o objetivo é manter o cliente informado sobre as novidades da loja e a chegada de produtos.

Esses anúncios devem ser usados com cuidado. É crucial que a informação seja precisa. Por exemplo, se a ideia é falar de uma promoção, a ação deve ter um prazo ou estoque limitado.

Essa ressalva é importante, uma vez que muitas lojas acabam desperdiçando boas oportunidades ao fazer ofertas pouco atrativas ou que não oferecem nada de diferente para o público.

5. Mensagens personalizadas

Já fizemos referência à necessidade de se trabalhar de forma segmentada. Porém, isso não serve apenas para as estratégias de vendas.

As notificações push também podem ser utilizadas para ações de fidelização. Por exemplo, que tal enviar mensagens parabenizando o cliente pelo seu aniversário? Outra iniciativa que funciona é encaminhar ofertas específicas para datas especiais que têm a ver com aquela pessoa.

Precisando aumentar o número de cadastros da loja? Uma notificação sobre o assunto pode funcionar, principalmente se você oferecer algum benefício para o cliente.

Lembre-se de que o foco nesses casos não é apenas a venda em si. O ideal é criar uma relação mais próxima com o público do e-commerce.

Adote boas práticas

Como você viu neste artigo, as notificações push funcionam para muitas situações no comércio eletrônico. Do ponto de vista da tecnologia, não há limites. 

Contudo, até para não exagerar no número de mensagens, é imprescindível estudar a forma como o cliente será abordado.

A adoção de boas práticas tem um papel fundamental nessa área, uma vez que vai evitar causar desconfortos no cliente, o que pode gerar resultados negativos para a loja.

Para não errar, defina as métricas que serão acompanhadas e certifique-se de que os dados analisados sejam usados para orientar suas iniciativas. 

As notificações push são uma ferramenta importante, mas não devem ser tratadas como algo isolado. Precisam fazer parte do planejamento estratégico do e-commerce.

Gostou do artigo? Quer conhecer mais estratégias para aumentar a performance do seu e-commerce? Baixe agora nosso eBook sobre Omnicanalidade: entenda como melhorar a experiência do cliente

Posts relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *