Páscoa também ajuda os negócios

Páscoa também ajuda os negócios 2

Páscoa

O varejo está lutando para superar a crise e vender mais e melhor. Enquanto acontecem promoções no estilo Black Friday em alguns núcleos, para comemorar o dia do consumidor, há também uma oportunidade de negócio a cada data que chega, a cada efeméride que se aproxima.

E nenhuma data vive de um produto só. Se a indústria do chocolate lucra – e muito – com os ovos, o seu e-commerce também pode participar da onda. Principalmente num tempo em que os preços de ovos de páscoa são altos e o consumidor está mais conservador e econômico.

Para aproveitar uma onda destas, se você não está na categoria de chocolates, é preciso usar a criatividade. Como não é uma “data tradicional” do comércio eletrônico é preciso começar pela ideia e investir em marketing para divulgar a sua estratégia.

Comunicação é essencial também nos negócios

Quem trabalha com chocolates e flores precisa prestar atenção à comunicação. Mostre ao seu público seus diferenciais, ofereça algumas promoções e vantagens, além de personalizações, sabores diferentes e novidades.

Já quem tem outros negócios pode criar à vontade – foram vistos anúncios de marcas de fitness propondo presentes diferentes para a Páscoa, uma alternativa para os apaixonados pela boa forma. Eletrônicos, moda e acessórios também podem criar suas promoções e ofertas para a data, sem prejuízo algum – e de forma adequada.

E se a ideia é tentar aproveitar todas as oportunidades, vale lembrar do mantra atual do e-commerce: o seu cliente é o centro. Esta é a lição mais repetida e mostrada em cases em todos os congressos e encontros da área.

Para conseguir isso é preciso seguir todas as lições. Segmentar a base de clientes, ir além da velha segmentação com base em sexo, idade e classe social; produzir informação relevante para o seu público; intensificar os testes A/B; investir na proximidade e nas conversas que as redes sociais proporcionam.

Não faltam ferramentas e conhecimento para se produzir negócios. Criatividade, inovação e empenho podem ser a saída para a crise. Ao trabalho.

Projetado pelo Freepik

Posts relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *