6 dicas para criar o plano de marketing digital para seu e-commerce

plano de marketing digital

É inegável a importância que as plataformas online têm na vida do consumidor. Portanto, podemos ser categóricos em relação a este assunto: o sucesso do seu negócio depende da elaboração de um plano de marketing digital eficiente.

Ainda tem dúvidas sobre como prepará-lo? Sabe quais tópicos ele deve contemplar para cobrir todas as frentes da sua loja? Confira as 6 dicas que separamos para que você consiga melhorar a comunicação da sua operação em 2019.

1- Documente a sua estratégia

O planejamento de marketing para e-commerce exige atenção com diversos detalhes. Então, nem pensar em ignorar a necessidade de documentar todas as etapas da sua estratégia.

Não é difícil encontrar referências de plano de ação para e-commerce, mas lembre-se de que o importante é reunir o máximo de informações sobre a sua operação. Quanto mais específico for o trabalho, melhores os resultados.

Assim, é essencial responder essas questões:

– O que você vende? Quais são os seus diferenciais em relação à concorrência?

– Quem é o seu público-alvo?

– Quais são as condições atuais do seu segmento de atuação? O mercado está em ascensão? Quais oportunidades podem ser exploradas?

– Quais canais de comunicação são acessados com frequência pelo seu consumidor?

– Quais objetivos (quantificáveis) você pretende alcançar no curto, médio e longo prazos?

– Qual será o orçamento de marketing para o próximo período?

– Como será realizada a mensuração dos resultados?

2- Invista na produção de conteúdos

Independentemente das estratégias adotadas, tenha em mente que a produção de conteúdos de qualidade é prioritária para o marketing digital para e-commerce.

Por isso, defina com antecedência, ainda na elaboração do plano, um calendário editorial. Temos que especificar os assuntos que serão tratados e como será feita a distribuição pelos diversos canais.

O blog corporativo tem um papel relevante nessa história, uma vez que vai ajudar a loja a atrair e trabalhar a jornada de compra do cliente. E não deixe de fora as redes sociais.

No caso do e-commerce, analise principalmente as oportunidades no Facebook e no Instagram. Se atua no segmento B2B, o LinkedIm também deve ser considerado no seu plano de ação para e-commerce.

Ainda em relação à produção de conteúdo, lembre-se de que é importante diversificar. Para acompanhar as tendências nessa área, observe com atenção a possibilidade de trabalhar com vídeos.

Esse formato costuma apresentar excelentes resultados para as lojas, assim como o emprego dos chamados materiais ricos. E-books, infográficos, webinars, enfim, procure sair do básico ao fazer o planejamento de marketing do seu e-commerce.

Como ferramenta de apoio para todas essas ações, o e-mail marketing deve ser considerado prioritário. Planeje como vai usar esse canal em suas estratégias!

3- Valorize as especificidades do seu negócio

É comum que alguns canais e táticas apareçam como a “bola da vez” nas estratégias de marketing digital. Atenção: não se deixe levar por “modismos” e fundamente bem a sua linha de atuação, com base nos seus objetivos.

O gestor não deve simplesmente seguir um plano de marketing pronto de um produto qualquer, sem adotar os devidos cuidados em relação às particularidades do seu negócio.

Dedique algum tempo para estudar as tendências do seu setor, analisar o que está em alta, quais as necessidades reais do seu público. É a partir daí que a sua loja vai conseguir antecipar-se aos desejos do seu cliente, surpreendê-lo.

Numa estratégia de marketing de conteúdo, por exemplo, o objetivo é atrair a atenção do consumidor num primeiro momento, mas também é preciso educar a pessoa em relação ao consumo daquela categoria de produto.

A análise das condições atuais do seu mercado, que citamos no início do texto, ajuda a ter insights para realizar ações que realmente sejam relevantes para o público e que façam a diferença nos resultados.

4- Monitore todas as ações do plano de marketing para e-commerce

Para não cair no risco de “fazer por fazer”, fique atento ao monitoramento das atividades. Essa é uma das vantagens do marketing digital. Ele permite que se acompanhe de perto as reações do consumidor e as respostas obtidas com cada ação e canal empregado.

Ao elaborar o seu plano de marketing para e-commerce, detalhe os indicadores-chave (KPIs) que farão parte da estratégia e que serão usados para fazer os ajustes necessários no planejamento. É dessa forma que você consegue valorizar as particularidades da sua operação e ter um projeto bem-sucedido.

Existe uma grande variedade de ferramentas online que podem ser usadas para tornar as suas estratégias mais sofisticadas, não faz sentido deixar de aproveitar esses recursos tecnológicos para ter iniciativas mais precisas.

5- Empregue as soluções tecnológicas da sua plataforma

As plataformas de e-commerce têm evoluído muito nos últimos anos, graças ao avanço da tecnologia. No dia a dia, contudo, nem sempre os gestores exploram adequadamente as soluções disponibilizadas.

Podemos citar como exemplo as práticas de SEO. O marketing digital para e-commerce apresentará resultados melhores se a loja adotar as técnicas corretas para os motores de busca.

Na plataforma JET NEO, o lojista tem o suporte necessário para fazer os ajustes. Ou seja, consegue construir seu padrão de URLs amigáveis diretamente via painel para produtos, categorias e sessões.

Na mesma linha, estão integradas ao dashboard todas as ferramentas necessárias para desenvolver sua estratégia de divulgação de forma apropriada, como Google Analytics, Google Tag Manager, Google Webmasters Tools, Google Adwords etc.

6- Invista nos serviços especializados

Os gestores da área de e-commerce precisam ter uma boa noção sobre como funciona o marketing digital na prática. Isso ajuda a cuidar da orientação estratégica do trabalho e, assim, obter resultados mais significativos para o negócio.

Dito isso, vale a ressalva: não abra mão dos serviços especializados. Por mais que se busque informações sobre o assunto, é difícil concorrer com a experiência de quem lida com o assunto no dia a dia.

Agências digitais, de publicidade ou full services podem ajudar na implantação da loja e estão preparadas para executar suas ações de marketing digital.

Ciente da importância desses serviços, o JET Network tem valorizado essas parcerias, atuando na capacitação de agências e consultores. O projeto completou um ano em 2018 e os resultados surpreenderam: mais de 60 operações foram certificadas!

O e-commerce tem apresentado resultados crescentes no Brasil, o que justifica a atenção que o setor tem recebido. Mas não há mais espaço para amadorismo nesse mercado. Independentemente do tamanho da operação, ela precisa ser reconhecida pelo seu profissionalismo em todas as áreas.

Não se engane: ter uma estratégia consistente de marketing digital para e-commerce ajuda bastante a construir uma percepção positiva sobre o seu negócio.

Interessado em mais dicas sobre gestão? Leia nosso artigo sobre Elaboração de Plano de Negócio para E-commerce.

Posts relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *