Pronto para encarar o último trimestre de 2019? Confira nossas dicas para aquecer suas vendas!

Ter estratégias adequadas para promover as vendas do e-commerce o ano inteiro é uma iniciativa importante para manter os níveis de faturamento. Mas também contribui para o fortalecimento da sua marca.

As datas comemorativas têm um peso fundamental nessa história. Elas ajudam a atrair a atenção do público que está mais propenso às compras. Portanto, é imprescindível que o e-commerce se organize para trabalhar melhor suas ações no período.

Sabe o que fazer para aquecer suas vendas no último trimestre de 2019? Separamos informações importantes sobre as principais datas comemorativas desta época. Confira!

Primavera/verão: oportunidades com a mudança de estação

Ainda em setembro, antes de iniciarmos o último trimestre, vale analisar a possibilidade de fazer ações com foco na virada de estação.

A chegada da primavera, no dia 21 de setembro, pode ser usada para ações de aproximação com os clientes.

Esse período de mudança do clima é especialmente importante para o varejo de moda. Se este é o seu segmento, é provável que já tenha organizado a troca de estoque. Mas está pensando em ações para promover as novidades? O seu e-commerce está devidamente tematizado?

Além de trabalhar o visual do site, a ocasião é uma boa oportunidade para o envio de e-mails para os clientes.

Esse tipo de iniciativa ajuda a loja a se aproximar mais do seu público, manter o contato ativo.

Dia das Crianças

A data é relevante para quem tem produtos voltados para o público infantil, claro, mas também é possível usar o tema para outras categorias de produto.

Se tem dúvidas sobre a necessidade de trabalhar a data, veja esses dados apurados pela eBit/Nielsen:

  • Em 2018 o setor de e-commerce acumulou um total de 4,8 milhões de pedidos no período de 27 de setembro até 11 de outubro;
  • Em termos financeiros, o segmento movimentou quase 2 bilhões de reais na data;
  • O ticket médio foi de R$ 409,00, o mesmo valor registrado, por exemplo, no Dia dos Pais.
  • Comparando com o ano anterior, houve um aumento de 8% no volume de pedidos e de 6%, em movimentação financeira.

Nos últimos anos, por exemplo, tem sido registrado um crescimento importante nas vendas do varejo de moda.

Além das iniciativas voltadas às crianças, por que não, fazer algo que remeta às lembranças de infância do seu público?

Lembre-se de que as redes sociais precisam de ações específicas para a data. É uma oportunidade de interagir com o público, propor abordagens bem-humoradas.

Trabalhar com elementos lúdicos nessa época é uma opção, até porque as pessoas começam a entrar no clima de brincadeira.

Halloween

Essa proposta do Dia das Crianças também vale para os festejos do Halloween.

Principalmente para o público jovem, estamos falando de uma data que gera muito burburinho.

Como ocorrem diversos tipos de eventos relacionados ao Dia das Bruxas, é importante analisar a movimentação nas vendas de alguns nichos específicos:

— alimentos

— bebidas

— fantasias

— moda jovem

— maquiagem artística

— decoração

Dependendo da faixa etária do público, usar o Halloween como tema na comunicação pode ser uma forma de atrair a sua atenção.

Além das campanhas no site da loja, estude a realização de ações de ativação via e-mail marketing e redes sociais.

Pesa aqui a velha máxima: quanto mais oportunidades de interagir com o seu cliente, melhor. É uma forma de manter sua marca na lembrança.

Black Friday

Principal data para o comércio eletrônico mundial, a Black Friday exige atenção redobrada de todas as áreas.

Se ainda não começou, é hora de iniciar os preparativos para o evento. Registramos em 2018 um crescimento de 13% no volume de pedidos e a expectativa é que o resultado de 2019 seja ainda maior.

A explicação é simples: o brasileiro aderiu de vez à liquidação e tem até adiado suas compras para esperar a data.

Oferta de produtos com preços competitivos é regra básica para ter sucesso no período, mas existem outras iniciativas que podem contribuir para o aumento das vendas, como o anúncio de “condições especiais” para determinado grupo de clientes.

A comunicação tem um papel estratégico no período, até pela enorme quantidade de campanhas que devem invadir a internet na semana do evento.

Segundo os lojistas, o investimento nas estratégias vale a pena, uma vez que os consumidores estão mais propensos à compra e interessados em entender o que podem ganhar se comprar nessa data.

Em 2018, o ticket médio foi bem alto, na faixa dos R$ 600,00. O valor refletiu positivamente no faturamento dos e-commerces. A variação de faturamento em relação ao ano anterior foram 23%.

Para se ter ideia, segundo dados da eBit, as vendas no período representaram 4,9% do total de vendas do e-commerce – o maior percentual entre as datas comemorativas (ganhou até do Natal, que registrou 4,8%).

Fique atento: além de ganhar novos clientes, é importante cuidar daqueles que são fiéis à marca. Portanto, prepare a loja para receber um fluxo maior de consumidores, verificando se terá como fazer o atendimento.

E não caia na armadilha de tentar “enganar” com o consumidor com falsos descontos. Prepare ofertas especiais para o período, uma vez que isso aumentam as chances de conversão. Além disso, lembre-se de que a ideia é captar novos clientes e não apenas realizar vendas.

Cyber Monday

Em 2019, a Cyber Monday será no dia 2 de dezembro. É importante se preparar para a data? Sim, principalmente para quem trabalha com categorias mais atrativas para as liquidações, como eletrônicos.

Os procedimentos para o evento são similares aos da Black Friday. Ou seja, é imprescindível ter um bom planejamento, organizar as compras e preparar a divulgação.

Atenção: procure trabalhar com ofertas diferentes das oferecidas na Black. As vantagens devem ser claras para o consumidor.

Outra recomendação importante: deixe os lançamentos para o Natal. Essa data precisa ser usada para ajudar a loja a girar o estoque.

A data está começando a ser mais conhecida pelo público, por isso, não deve ser ignorada. Em 2018, o volume de faturamento teve um crescimento de 20% em relação a 2017.

Natal

O período natalino tem números que não podem ser desprezados:

  • foram registrados no e-commerce um total de 5,3 milhões de pedidos;
  • as vendas para a data alcançaram um ticket médio de R$ 475,00;
  • a variação financeira foi de 18%, enquanto o volume de pedidos cresceu 4%.

Uma das vantagens do Natal é que existem boas oportunidades para todos os nichos de produtos. Além dos presentes e dos gastos com a arrumação da casa, é uma época na qual o consumidor tem mais dinheiro no bolso, por causa da 2.ª parcela do 13.º

Como você viu, o último trimestre apresenta condições propícias para o aquecimento das vendas. São várias datas comemorativas/sazonais que podem ser aproveitadas pela loja.

Para quem teve um bom ano, é a chance de melhorar ainda mais os números. Lojas que estão abaixo da meta têm a oportunidade de virar o jogo. O mais importante é ter foco, definir os objetivos que precisam ser perseguidos.

Ainda não tem um e-commerce? Está em tempo! É possível colocar a operação no ar até o final do ano. Contate agora um dos nossos especialistas para saber mais sobre o assunto.

Posts relacionados


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *