SEO: planejando para o “mobile friendly”

mobile
smartphone por Pistigrilo  CC-by-ND-SA O novo algoritmo de busca do Google está vivo – e transformando a face da internet – desde o último dia 21 de abril. Pela primeira vez o gigante das buscas avisou as mudanças com antecedência, permitiu a preparação de todos os atores e informou seus critérios: os sites agora têm que ser visíveis em qualquer dispositivo mobile. Se você ainda não instalou o módulo mobile, passou da hora. Entenda como o novo algoritmo está funcionando.
  • Resultados da busca em dispositivos mobile. As buscas realizadas no desktop não serão afetadas pelo novo algoritmo. Se o seu site não passar no teste para mobile friendly, será retirado apenas dos resultados mostrados em smartphones e tablets, sem qualquer mudança nos computadores. Verifique a origem de tráfego em seu site.
  • Só vale o teste do Google. Não importa que você tenha tomado todas as medidas. Verifique seu site através do teste da empresa – que será o definidor de se o seu site ganhará apoio ou remoção no novo algoritmo.
  • Cada seção do site, não o domínio inteiro. Se uma página, template ou seção não passar no teste, o resto do domínio não é afetado. Esta notícia só é boa se um pedaço do site não for responsivo. O algoritmo avalia cada página individualmente a cada varredura e aplica a recompensa ou penalidade de acordo com o que encontra.
  • Recompensas com a otimização. Como o algoritmo é aplicado a cada página cada vez que o robô visita o site, as novas páginas mobile friendly são recompensadas a cada varredura. Então você pode fazer o trabalho em partes, sem ter que trabalhar todo o seu site de uma vez só.
  • Para todos os sites, no mundo inteiro. Sim, desta vez, o Google mudou o algoritmo no mundo inteiro de uma vez só. Esta semana já veremos os resultados das mudanças afetando sites de comércio eletrônico em todo o mundo, e será possível mudanças no tráfego orgânico.
O novo algoritmo pode banir meu site das buscas? Não. Não existe uma penalidade definida para o novo algoritmo. Ele é só um novo jeito de apresentar as buscas, o que faz uma grande diferença em termos tanto do impacto como da resolução. Penalidades são ações manuais aplicadas pela equipe do Google – gente de verdade. Elas removem páginas ou sites dos resultados das buscas enquanto o que as provocou não é resolvido. Uma vez que o site resolva a situação, se faz um pedido para remoção. O processo é confuso, lento, dolorido. O algoritmo mobile-friendly é uma mudança na forma como o Google rankeará as páginas da web. Alguns elementos podem trabalhar a favor do seu site, outros contra. O que aconteceu é que ser mobile-friendly passou a ser um dos fatores que contam, junto com a relevância das palavras-chave, qualidade dos links e outros tantos. O novo algoritmo vai sim, beneficiar quem passou no teste do Google para mobile friendly. Sim, será negativo para quem não passou no teste. O impacto em relação à sua concorrência só será grave se a usabilidade dos sites deles no ambiente mobile for melhor que a sua. Suas páginas podem não estar no primeiro lugar, mas não serão varridas dos resultados das buscas. Se ninguém no seu segmento for mobile friendly de acordo com o padrão Google, provavelmente os rankings não mudarão. O que pode acontecer, caso seus concorrentes sejam mobile friendly e o seu site não, é que suas páginas deixem de ser ranqueadas até que você consiga atender as exigências para o mobile friendly test. Os impactos na performance do e-commerce Esta é a pergunta de um milhão de dólares – e a resposta depende de cada negócio. Se seu site não tem muito tráfego oriundo de buscas móveis, ou se a maior parte do tráfego orgânico vem de palavras-chave de marca, pode ser que não faça a menor diferença. Entretanto, sempre que as buscar orgânicas mobile forem importantes para o seu tráfego e rentabilidade, o algoritmo pode ter grande impacto no seu negócio. Via: Practical Ecommerce. Foto: PistigriloXP via Compfight cc

Posts relacionados