Site seguro: a importância dos certificados de segurança para seu e-commerce

site seguro

O crescimento do setor de e-commerce no Brasil comprova que os brasileiros estão mais acostumados com o ambiente online.

Porém, segurança ainda é um ponto crítico para vencer as eventuais resistências do consumidor, daí a necessidade de garantir que se trata de um site seguro.

Para evitar problemas nessa área, minimizando o risco de abandono de carrinho, é preciso investir em certificados de segurança. São eles que aumentam a proteção da loja contra fraudes e ataques maliciosos.

Você ainda tem dúvidas sobre esse assunto? Então, está no lugar certo. No post de hoje vamos explicar como os certificados de segurança funcionam e o que precisa ser feito para não colocar o seu e-commerce em risco.

Segurança: o que deve ser analisado na contratação da plataforma de e-commerce?

Visando a questão da segurança do site, há algumas questões que você deve considerar ao analisar as opções de plataformas de e-commerce disponíveis no mercado.

Primeiro, dê preferência as que operam nos modelos com tecnologia SaaS. A hospedagem nas nuvens reverte em mais segurança para o armazenamento dos dados. É o caso da JET NEO, que dispõe de uma infraestrutura suportada por diversos recursos de ponta, como clusters, storage de armazenamento de dados, firewall e IDS.

Além disso, pesa a favor desse tipo de plataforma o fato de as atualizações serem realizadas constantemente e, na maioria dos casos, de forma remota, o que evita falhas nos protocolos de segurança e integridade das informações.

Outro aspecto igualmente relevante, ainda considerando a escolha da plataforma, é avaliar as soluções tecnológicas oferecidas para as integrações com sistemas de terceiros e as parcerias mantidas com fornecedores de sistemas antifraude e meios de pagamento.

Nada melhor do que contar com serviços especializados nessa área e, nesse caso, facilita bastante quando há um acordo prévio entre as empresas, o que agiliza os processos de homologação das ferramentas.

Em relação às certificações, a JET e-business, por exemplo, inclui entre suas parceiras as principais empresas da área: Site Blindado, Thawte e Digicert. Para os sistemas antifraude, a parceira é a Clearsale. Assim, basta que o cliente informe os dados de login e senha (obtidos na Clearsale) no painel administrativo para ativar a ferramenta de prevenção à fraude.

Quais os tipos de certificados de segurança que uma loja precisa ter?

Agora que você já entendeu a importância de contar com uma plataforma de e-commerce de qualidade, que forneça a infraestrutura necessária para a sua operação, vamos entender como funcionam os certificados de segurança.

O mais adotado é o SSL – Secure Socket Layer, responsável por criar um caminho seguro para a navegação do cliente pela loja. Isso é possível por que ele conta com um sistema de criptografia avançada.

Além do sistema comum, existe uma opção mais avançada, o SSL EV, que garante uma varredura mais completa, incluindo a verificação da autenticidade do CNPJ da empresa vinculada ao e-commerce.

Para obter esse tipo de selo, a loja precisa recorrer aos serviços de uma empresa certificadora, como Site Blindado, Thawte e Digicert.

É por meio delas, também, que você pode adquirir o SSL Wildcard. Nesse caso, além dos recursos já citados, a vantagem é conseguir aplicar o certificado num número ilimitado de subdomínios.

Como o cliente faz a identificação do selo? É simples: a letra S é adicionada ao endereço. Assim, em vez de “http”, temos o “https”. O usuário também consegue visualizar a imagem de um cadeado na barra de endereços. E, dependendo do nível do certificado, aparece também a palavra “seguro”.

Ao avaliar a necessidade de fazer esse tipo de investimento, lembre-se de que é a partir do certificado de segurança que a loja obtém mais confiança por parte dos consumidores (porque hoje eles conseguem identificar que estão num ambiente seguro) e também uma posição mais vantajosa no posicionamento dos motores de busca — afinal, esse é um dos critérios adotados para o ranqueamento.

Do ponto de vista da gestão do e-commerce, há outros benefícios que devem ser considerados:

– Proteção contra o roubo de dados dos clientes;

– Mais facilidade na adoção dos meios de pagamento, uma vez que muitas empresas financeiras exigem as certificações;

– Valorização da marca da loja, na medida em que o consumidor, ao reconhecer o selo, entende que ela opera de acordo com os padrões globais do mercado.

Site seguro: como garantir que o seu e-commerce atue de forma adequada?

Alta disponibilidade, segurança e níveis adequados de serviço são critérios importantes na escolha de uma plataforma de e-commerce. Especificamente sobre a questão da segurança, além da obtenção dos certificados, sintetizamos abaixo algumas dicas importantes para os gestores:

1- Como já enfatizamos acima, a recomendação é contratar uma plataforma de e-commerce que opere no modelo SaaS e que disponha dos recursos necessários de firewall para minimizar o risco de ataques virtuais.

2- Priorize sistemas que, na hora do checkout, adote o login social. Esse é um recurso importante por que diminui a quantidade de dados dos clientes que precisam ser armazenados.

3- Não abra mão dos sistemas antifraude, uma vez que as parceiras nessa área têm mais condições para detectar os problemas gerados por mau pagadores e monitorar os riscos do ambiente digital.

4- Acompanhe de perto os relatórios gerados para o monitoramento das operações realizadas na loja. Eles são cruciais para que você entenda o que está acontecendo no e-commerce. São informações úteis para aprimorar o desempenho comercial, mas ajudam a orientar suas estratégias na área de segurança.

Investir em certificados de segurança é algo básico para ter um site seguro. Lembre-se de que além de manter um ambiente mais adequado para os clientes, esse é um requisito para quem deseja ter um negócio bem-sucedido. Com o aumento da concorrência no comércio eletrônico, reputação é um aspecto-chave para o sucesso de qualquer loja virtual e você não vai conseguir construir (ou manter) a sua sem atuar de acordo com o padrão de excelência exigido das operações profissionais.

Gostou do artigo? Ele foi útil para o seu negócio? Baixe também nosso eBook sobre Guia de Conversão em E-Commerce. Ele detalha o comportamento de compra dos clientes e mostra o que precisa ser feito para aumentar os resultados da sua loja.


Postado em Gestão

CONTINUE ACOMPANHANDO NOSSAS NOVIDADES AQUI NO BLOG!
SAIBA MAIS SOBRE AS SOLUÇÕES DA JET E-BUSINESS:


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *